Deputados federais de AL declaram voto no segundo turno

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/10/7072351_x720.jpgDeputados federais de AL declaram voto no segundo turno

A emprensa está sondando o posicionamento dos deputados federais e senadores eleitos de Alagoas em 7 de outubro deste ano – que vão formar a nova bancada federal do estado no Congresso Nacional – em relação ao segundo turno das eleições presidenciais.

O senador eleito, Rodrigo Cunha (PSDB), já declarou “neutralidade” no segundo turno das eleições presidenciais, mas não deve votar em Bolsonaro. O senador reeleito Renan Calheiros (MDB) deve manter o voto em Fernando Haddad (PT).

O levantamento está sendo feito a partir do posicionamento público (assim como aconteceu com Rodrigo Cunha) ou em contato com todos os deputados eleitos, diretamente ou através de suas assessorias.

Até agora, seis deputados já responderam ou já se posicionaram de outras forma.

Votam em Fernando Haddad o deputado federal reeleito Paulão (PT) e a deputada federal eleita Tereza Nelma (PSDB).

Em mensagens diretas ao blog declararam votos em Bolsonaro os deputados federais eleitos ou reeleitos Sérgio Toledo (PR), Severino Pessoa (PRB), Nivaldo Albuquerque (PTB).

Até agora Arthur Lira (PP), Marx Beltrão (PSD) e Isnaldo Bulhões Junior (MDB), não responderam. Mas o “palpite” aqui (baseado em informações de bastidores) é que Arthur e Marx votam em Bolsonaro e Isnaldo em Haddad.

O deputado federal JHC (PSB) também não respondeu, mas sua assessoria enviou mensagem do deputado postada nas redes sociais, em que ele diz que apesar da posição de seu partido (de apoio declarado ao candidato do PT), ele não votará em Haddad.

“Agora circulam nos grupos de Whatsapp que estou apoiando um dos candidatos. É mentira. Respeito a posição do meu partido, porém sigo o meu caminho de independência em defesa de Alagoas e do Brasil”, disse o deputado.

O texto faz referência ao apoio de JCH a Haddad. Logo, se ele não vota em Haddad, dá para deduzir que o voto vai para Bolsonaro.

O placar de votos declarados hoje é de Bolsonaro 3 x 2 Haddad.

Mas se os palpites estiverem corretos será Bolsonaro 6 x 3 Haddad entre os nove deputados federais eleitos por Alagoas em 7 de outubro.

Nota de JHC

(Atualizando às 18h00)

JHC deve manter neutralidade publicamente, o que altera o placar de 6 x 3 para 5 x 3.

Veja nota que o deputado enviou ao blog:

“Devido à extrema polarização em curso, onde todo mundo grita e ninguém parece se ouvir, acredito que a melhor contribuição que posso dar é continuar trabalhando de forma independente e avessa ao fisiologismo. Tenho minha convicção pessoal, porém considero que neste momento cabe aos eleitores formarem suas convicções de acordo com a consciência de cada um”.

Nota de Isnaldo Bulhões

(Atualizando às 21h30)

Por telefone, o deputado federal eleito Isnaldo Bulhões JR (MDB) diz que vai votar em Fernando Haddad: “vou manter o voto no Haddad, principalmente pelo que ele representa para a nossa região, o sertão”, aponta.

GazetaWeb

Author Description

Ana Luiza

Sem Comentários ainda.

Participe do debate