Sobe e desce do açúcar: preços voltam a fechar em alta no mercado interno e externo

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/03/16-11.jpgSobe e desce do açúcar: preços voltam a fechar em alta no mercado interno e externo

Segundo a análise do jornal Valor Econômico de hoje, na terça-feira (20), os contratos do açúcar demerara foram pressionados pelos dados positivos de produção na Índia e caíram. Ontem, os preços subiram, mas os fundamentos ainda são de baixa, informou também o jornal.

“Na terça-feira, a Associação de Usinas de Açúcar da Índia (ISMA, na sigla em inglês) informou que a produção da commodity até 15 de março somou 25,806 milhões de toneladas no país, 8,256 milhões de toneladas mais que no mesmo período da safra passada”, disseram os analistas do Valor.

No vencimento maio/18 da bolsa norte-americana, os preços foram firmados em 12.67 centavos de dólar por libra-peso, alta de 11 pontos. Na tela julho/18, a valorização foi de 12 pontos, com negócios vendidos a 12.87 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos subiram entre oito e 13 pontos.

Em Londres, os contratos futuros do açúcar branco também tiveram valorização. No lote maio/18, a commodity foi comercializada a US$ 353,40 a tonelada, alta de 3,60 dólares. No vencimento agosto/18, o aumento foi de 2,70 dólares, com negócios firmados em US$ 348,60 a tonelada. As outras telas subiram entre 2,90 e 3,30 dólares.

Mercado interno

No Brasil, os preços do açúcar também subiram ontem (21), de acordo com os índices medidos pelo Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal foi vendida a R$ 50,55, alta de 0,20% no comparativo entre os dias.

Etanol

O indicador diário Paulínia, medido pela Esalq/BM&FBovespa, registou desvalorização nos preços do etanol hidratado ontem. O biocombustível foi comercializado a R$ 1.936,50, queda de 1,32% quando comparado com os preços praticados no dia anterior.

Portal do Agronegócio

Author Description

Fernanda Feliciano

Sem Comentários ainda.

Participe do debate