Pindorama encerra safra 17/18 com crescimento de 3,61%

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/02/USINA-PINDORAMA-1.jpgPindorama encerra safra 17/18 com crescimento de 3,61%

Chegou ao fim no último sábado (11) o ciclo da safra 2017/2018 da cana-de-açúcar da Usina Pindorama com o rendimento de 717 mil toneladas de cana beneficiadas. A Com os números finais, a unidade produtora registra um crescimento de 3,61% em comparação ao montante da temporada anterior, cuja a safra atingiu de 692 mil toneladas.

A moagem, que iniciou há seis meses, em sua reta final, apostou na produção de álcool tipo anidro e hidratando, fechando a temporada com 34 milhões de litros em estoque. Em açúcar, a Pindorama atingiu a produção de 770 mil sacos. Já no quesito horas de rendimento da moagem, a Usina conseguiu manter 91% de produtividade.

“A Pindorama conclui a safra com índice positivo de satisfação mediante a política adotada de fazer mais com menos e monitorar os movimentos que favorecem o mercado do açúcar e álcool. Mas nossa grande vitória é ter feito uma safra tranquila, sem acidentes e déficits financeiros; com pagamento em dia e sem perdas produtivas no canavial”, declara o presidente da Cooperativa Pindorama, Klécio Santos.

No campo, a Usina trabalhou com matéria-prima de colonos, associados e ainda abriu espaço para receber cana de plantadores externos. O rendimento agrícola da safra 17/18, segundo o gerente industrial, Eriksson Viana, foi considerado bom mesmo diante das adversidades enfrentadas na colheita com cenário de estiagem. “A dinâmica de recebimento de cana foi muito bem projetado e a matéria-prima de excelente qualidade dentro do esperado. Produtividade foi mantida e o resultado desse trabalho é a afirmação da Pindorama no mercado, além da satisfação coletiva”, disse o gerente.

A matriz da Pindorama, segundo os números parciais do setor sucroenergetico, é considerada a única que fecha a safra em Alagoas com crescimento real em meio ao cenário de dificuldades enfrentado pelo segmento. “A ameaça de ser uma das menores safras da história já é real, infelizmente, deixando um quadro devastador para o setor. Mas, a Pindorama, com força do cooperativismo, não se deixou dominar pela crise que vem definhando o setor e vai na contramão da maré. A crise ensina e nós estamos aprendendo”, pontua o presidente.

Entressafra

A Cooperativa já está com planejamento para entressafra concretizado e pronto para sair do papel. Segundo a gerência industrial, o intervalo de safra inicia oficialmente no dia 4 de abril e se encerra em agosto, dia 20, firmando 101 dias úteis. A Safra 2018/2019 também já possui data certa para iniciar. O planejamento da diretoria da Usina aponta para os primeiros dias de setembro de 2018, ajustada ao passo da principais tarefas e matérias, além da projeção de curvas entre o planejado e o alcançado e também as prospecção de custos.

Assessoria

Author Description

Ana Luiza

Sem Comentários ainda.

Participe do debate