Secretarias discutem implementação de políticas públicas na agricultura

Partilhar o conhecimento em prol do desenvolvimento de Alagoas. É com esse intuito que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), tem fomentado a utilização de estudos direcionados para o desenvolvimento de áreas prioritárias.

Nesta segunda-feira (3), a equipe da Seplag se reuniu com o secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos e representantes da área, para apresentar estudos pertinentes ao Canal do Sertão e à atividade pecuária leiteira alagoana.

Na oportunidade, a Secretaria pôde apresentar aos técnicos da Agricultura dados sobre ambos os assuntos e, ainda, propor soluções para problemas encontrados durante o período de desenvolvimento dos trabalhos, como por exemplo, mostras de modelos de gestão que são utilizados em outros locais e que podem ser aplicados no Estado.

“A Seplag tem como nos auxiliar muito com esse tipo de iniciativa. É importante que estejamos cada vez mais integrados para que possamos tocar projetos como o do Canal do Sertão, que é importantíssimo para o abastecimento e distribuição de água do consumo humano em Alagoas, com mais excelência e com o devido planejamento”, afirma o secretário Álvaro Vasconcelos. Segundo ele, o alinhamento de informações com a Seplag, por meio dos estudos produzidos pelo NEP é, acima de tudo, necessário para a população alagoana.

Executados em uma parceria entre o Núcleo de Estudos e Projetos (NEP), vinculado à Seplag, e a Fapeal, por meio do Programa de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento das Políticas Públicas em Áreas Estratégicas do Estado de Alagoas (PDPP), os trabalhos foram lançados recentemente e servem de ponto de partida para o fomento de ações da administração pública que beneficiem as áreas pesquisadas.

De acordo com o secretario executivo de Planejamento e Gestão da Seplag, Genildo Silva, a expectativa é que mais reuniões como essa aconteçam com demais órgãos e secretarias do Executivo, já que outros estudos com diversas temáticas socioeconômicas pertinentes ao Estado foram realizados pelo Núcleo.

“Esses encontros são justamente o propósito do trabalho que temos realizado junto à Fapeal. O intuito é discutir e ampliar cada vez mais esses estudos, aprofundar as informações reunidas e buscar, a partir delas, a melhor maneira de desenvolver políticas públicas que auxiliem aqueles que mais precisam”, completa.

Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa