Conab estima safra 17/18 em Alagoas com 15,5 milhões de toneladas de cana

A Conab divulgou o primeiro levantamento da safra 17/18 com as estimativas para o novo ciclo da cana. Em Alagoas, de acordo com o documento, o planejamento para a nova moagem encontra-se afetado pela irregularidade das chuvas adequadas a lavoura da cana.

Segundo o estudo, a previsão é serem beneficiadas 15,5 milhões de toneladas com uma variação de -3,1% ante ao ciclo 16/17, quando foram processadas 16 milhões de toneladas de cana.

O levantamento aponta ainda uma área de 301,7 mil hectares plantados o que corresponde a uma variação de -6,4% em comparação a colheita passada, quando o tamanho da área era de 322,2 mil hectares. Apesar da redução, Alagoas ainda preservará o título do Estado nordestino com maior área plantada de cana e a sexta posição no ranking nacional.

O documento da Conab informa ainda que a expectativa é de redução nos números de produção em relação à última safra. Entretanto, a colheita dependerá de fatores como clima e recursos financeiros para a obtenção de melhores resultados. A previsão é de serem produzidas 1,4 milhões de toneladas de açúcar e 315 milhões de litros de etanol.

Nacional

A safra nacional 17/18 foi estimada em 647,63 milhões de toneladas, sendo 1,5% menor em relação à colheita de 16/17, que atingiu 657,18 milhões de toneladas. A retração é resultado da diminuição da área, que passou de 9,05 milhões de hectares na temporada passada para 8,84 milhões de hectares no ciclo atual.


Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa