Dia de Campo no sertão encerra atividades da quarta turma do Mais Pasto

Com um dia de campo realizado na fazenda Mamoeiro, em Batalha, o Senar-AL e a Federação da Agricultura e Pecuária no Estado de Alagoas (Faeal) encerraram as atividades da quarta turma do programa Mais Pasto.

“Neste caso, tivemos uma turma voltada para a região do semiárido alagoano. Com isso, além de aplicar técnica sobre o uso eficiente do recurso de manejo de pastagem, buscamos apresentar meios para que os criadores possam passar por um período de seca de forma menos problemática e com menos sacrifícios”, afirmou o consultor do programa, Andre Sório.

Durante o curso, foram apresentadas em aulas práticas e teóricas técnicas referentes a divisão de pasto; uso de cerca; plantio e uso racional de pastagens entre outras ações, a exemplo da utilização de palma forrageira e de silagem.

“Implantamos também áreas significativas de palma forrageira que é uma espécie de cactos que serve muito bem para a alimentação animal e que precisa de pouca chuva que é uma característica da região”, informou Sório.

Segundo o consultor, uma das ações do programa nesta quarta turma foi o incentivo a perfuração de poços, para garantir o abastecimento de águas nas fazendas, já que a região depende do acumulo de água das chuvas em barragens para promover à pecuária.

Desenvolvido pelo Senar-AL, o Mais Pasto utiliza técnicas já consagradas que são adaptadas para aplicação nas propriedades dos participantes da capacitação. O programa está na sua sexta turma, onde cada uma contou com 18 participantes.


Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa