Em encontro com Paulão, Fórum denuncia desmonte de programas socais

Durante reunião com os dirigentes do Fórum de Reforma Urbana de Alagoas, que é composto pelos movimentos sociais, o deputado federal Paulão (PT-AL), condenou a extinção da faixa mais pobre da sociedade do Programa Minha Casa Minha Vida e a criminalização dos movimentos  no Brasil.

No encontro com Paulão, líderes do Fórum da Reforma Urbana informaram que estão tentando assentar mais de 2.500 famílias de sem teto em Maceió e já se reuniram com autoridades do governo municipal para atingir o objetivo.

As famílias estão cadastradas na Prefeitura desde 2014, mas segundo os dirigentes a Prefeitura está colocando dificuldades para atender a solicitação dos movimentos.

As lideranças narraram, no encontro com parlamentar, que a Prefeitura de Maceió exigiu um novo recadastramento e após o a realização do mesmo a Secretaria de Habitação alegou que não tinha mais prazo para planejar o atendimento às reivindicações, quando, antes, este prazo fora dado para até dezembro deste ano.

Paulão se comprometeu em trabalhar para sensibilizar as autoridades municipais no sentido de assegurar o atendimento das demandas do Fórum. “Tenho clareza das dificuldades do momento em função do desmonte que o governo Temer está fazendo dos movimentos sociais e das políticas públicas no país inteiro, mas nossa luta em função dos que mais precisam não pode, nem deve parar”, disse ele.

O deputado também se reuniu nesta manhã de sexta-feira, 23, com as lideranças do movimento Via do Trabalho e com o MST, quando recebeu uma homenagem das lideranças por ter plantado a semente dos movimentos sociais em Alagoas no inicio da década de 80, quando ainda era presidente do Sindicato dos Urbanitários.

EJ

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa