Sertão vai ganhar em junho nova Estação de Tratamento de Água

Estrutura, que capta água do Canal do Sertão, vai beneficiar oito municípios

A região sertaneja vai ganhar, em junho próximo, uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA), que está sendo construída pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), com recursos do governo federal. O processo de compartilhamento de conhecimento entre técnicos da Seinfra, da construtora SVC e da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) já começou. Quando estiver em funcionamento, a unidade vai reforçar o abastecimento de oito municípios da região.

Para acompanhar a troca de informações sobre o empreendimento, o vice-presidente de Gestão Operacional da Casal, Francisco Beltrão, participou de reuniões com técnicos da Unidade de Negócio Sertão, da companhia, da Seinfra e da SVC, no período de 18 a 21 de maio, em Delmiro Gouveia. Segundo ele, esse processo deverá durar pelo menos dois meses por meio de sucessivas reuniões e visitas técnicas à obra.

“Essa é a etapa de transição, na qual a Casal vai ficar a par de todo o funcionamento da unidade, de como são seus equipamentos, quais tecnologias foram usadas e como tudo será operado para atingir o objetivo ao qual a ETA se propõe”, frisou o diretor.

Segundo ele, os municípios que terão reforço no abastecimento de água com a entrada em operação da nova ETA são Água Branca, Canapi, Inhapi, Mata Grande, Delmiro Gouveia, Pariconha, Piranhas e Olho D’água do Casado. A captação de água da nova unidade será feita diretamente no Canal do Sertão. “Com isso, haverá menos custos com energia elétrica, tendo em vista que a ETA fica ao lado do Canal”, pontuou o vice-presidente companhia.

Ele reforçou ainda que o projeto da estação também prevê a recuperação das estações elevatórias de água tratada que enviam o líquido para Água Branca, Mata Grande, Canapi e Inhapi, o que deverá ocorrer numa segunda etapa, à medida que os recursos forem liberados pelo governo federal.

“Vamos solicitar da população que faça o uso consciente e responsável da água. Ao mesmo tempo, a Casal vai intensificar a fiscalização e o combate ao furto de água em suas adutoras. Pedimos aos cidadãos que procurem a companhia para fazer qualquer tipo de denúncia nesse sentido”, finalizou Francisco Beltrão.


Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa