Governo autoriza licitação para construção do Polo de Tecnologia

O Parque Tecnológico de Alagoas acaba de ganhar um importante reforço. O Diário Oficial do Estado divulgou nesta sexta-feira (25) o aviso de licitação da construção da sede do Polo de Tecnologia da Informação, Comunicação e Serviço (Tics), no bairro de Jaraguá. Este Polo compõe o Parque Tecnológico, junto com os polos agroalimentares dos municípios de Batalha e Arapiraca. O Governo de Alagoas, por meio do Proinveste, destinou R$ 15 milhões para a obra.

O Polo de Tics é uma ação da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), integrante do Programa Alagoas Tem Pressa. Será erguido próximo ao Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, na mesma localização na qual funcionará a sede do Parque Tecnológico e da Secti.

Segundo o secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação de Alagoas, Eduardo Setton, a licitação da obra é um passo importante para a concretização desse projeto. “Continuaremos trabalhando para, no máximo em 60 dias, iniciarmos a construção física do Polo e a realização de mais um sonho. É uma quebra de paradigmas o investimento que o Governo do Estado está garantindo nos polos – cerca de R$ 30 milhões. Isso nunca havia ocorrido em Alagoas”, afirma Setton.

Para o secretário, a construção da sede do Polo de TI representa um grande passo para o segmento de Tecnologia da Informação ao contribuir ainda mais para o desenvolvimento de Alagoas. “Com essa ação, além do trabalho árduo de integração entre os vários setores que envolvem a área, estamos melhorando a competitividade em TI, que hoje já começa a colher frutos, a exemplo de prêmios conquistados por meio de vários projetos alagoanos como o Hand Talk, CrowdMobi, TraktoPro, dentre outros aplicativos com soluções inovadoras em diversas áreas”, afirmou.

Empresas alagoanas

O Polo de TICS vai atuar intermediando parcerias em busca de soluções para melhorar o desempenho das empresas alagoanas, tornando-as cada vez mais competitivas e inovadoras, afirma o gestor do Polo de Tics, Adeilto Lima.“Desenvolver e customizar softwares adaptados às necessidades específicas junto a parcerias institucionais dentro e fora do País, entre universidades e centros de pesquisa, transferir tecnologias e internacionalizar empresas e produtos serão oportunidades exploradas pelo Polo”,afirma.

O Polo é um ambiente propício para os setores público e privado, pessoas, organizações e instituições que juntos contribuirão para que Alagoas tenha condições necessárias para a criação e instalação de novas empresas de pequeno, médio e grandes portes, além de potencializar setores que têm potencial de desenvolvimento no Estado.

Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa