Alagoas vai ‘ganhar’ mais um ministério esta semana: o da Integração

Depois de Luciano Barbosa que já foi ministro da Integração na era FHC pelas mãos de Renan Calheiros, outro alagoano pode assumir novamente a Pasta no governo Dilma Rousseff.

A indicação do novo ministro será feita pelo PROS na próxima terça-feira. O líder do partido na Câmara recebeu carta branca do presidente nacional e o senador da legenda para a “tarefa”. Givaldo Carimbão, Eurípedes Júnior e Ataídes Oliveira, respectivamente são os responsáveis pela indicação.

O atual ministro, Francisco Teixeira, está na interinidade desde outubro do ano passado com a saída de Fernando Bezerra. O cargo era da cota do PSB e passou para a cota do PROS, que decidiu trocar o ministro.

Givaldo Carimbão faz segredo, mas avisa que já tem um nome escolhido: “vou indicar um alagoano para o cargo no encontro que terei na próxima terça-feira com Mercadante (Chefe da Casa Civil).

A mudança de Carimbão para o PROS saiu melhor do que o esperado. Ele já indicou o superintendente da Sudene, dois diretores nacionais da Codevasf e pode fazer um ministro.

A Pasta mais importante para Alagoas

Confirmada a indicação, Carimbão terá seu poder político ampliado consideravelmente. O Ministério da Integração é, na atualidade, um dos mais (senão o mais) importantes para Alagoas .

O ministério é responsável pela obra do Canal do Sertão, que vai transferir somente este ano mais de R$ 1 bilhão para o estado, além de investimentos de mais de R$ 200 milhões em diversas adutoras.

Através do ministério também são liberados recursos para carros-pipa, construção de cisternas e saneamento básico.

A força de Alagoas

A atual “safra” de políticos de Alagoas tem dando bons frutos – ao menos para eles – em Brasília. Outros caciques alagoanos já conseguiram emplacar ministros na reforma promovida por Dilma Rousseff este ano. Renan Calheiros, que já tem vários cargos em estatais como a Petrobras, além da presidência do Senado, colocou Vinicius Lages no Ministério do Turismo e Biu de Lira emplacou, junto com Arthur Lira, Gilberto Occhi no Ministério das Cidades.

A mudança de Carimbão para o PROS, pelo visto, saiu melhor do que o esperado. Ele já indicou o superintendente da Sudene, dois diretores nacionais da Codevasf e agora está prestes a fazer um ministro. Além disso ele mantém importantes cargos federais em Alagoas (Codevasf) e no Estado (caso da Sepaz).

Descrição do autor

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior é jornalista, colunista da Gazeta de Alagoas e editor do caderno Gazeta Rural

Ainda não há comentários.

Participe da conversa