Alunos do Cenarte se apresentam no Teatro Deodoro

A noite do último sábado (21) foi repleta de emoção e muita dança, isso porque o Teatro Deodoro foi palco para as apresentações de fim de ano dos alunos de ballet, dança afro e expressão corporal do Centro de Belas Artes (Cenarte).

Foram mais de duzentos alunos mostrando através do movimento tudo o que aprenderam durante o ano. Pollyanna Stephanie de 19 anos, tem 14 anos de ballet e disse estar emocionada. “Eu estou emocionada, porque nós passamos o ano inteiro ensaiando e agora a gente pode mostrar tudo o que aprendemos. A gente vê nossos familiares ansiosos e os professores nervosos, mas quando entramos no palco parece que tudo é esquecido e só conseguimos dançar.”

Ela está no último ano e disse que o Cenarte representa muito mais do que uma Escola. “Pra mim o Cenarte não é só uma instituição, pra mim é uma casa onde eu encontro meus amigos e pessoas que só querem me ajudar”, declarou.

A apresentação fez uma homenagem à floresta e foi dividida em grupos que representavam seus elementos, como árvores, raios de sol, fadas, flores, estrelas e água. Outros grupos representaram animais, como joaninhas, formigas, vaga-lumes, coelhos, cisnes e onças.

As filhas de Elenice Nascimento, Bruna e Brenda se apresentaram como formiguinhas e a mãe se mostrou muito emocionada “Depois de um ano inteiro levando as meninas para os ensaios, não tenho palavras para descrever o que estou sentindo hoje.”

O professor de ballet clássico Luiz Carlos disse estar muito contente com o resultado. “É uma satisfação, uma alegria fazer parte desse processo. A gente tem um amor imenso com essas crianças e hoje vê-las dançando assim é maravilhoso.” Ele conta que algumas das meninas já foram aprovadas em testes de escolas maiores, inclusive fora do Estado.

Denise Maria tem 59 anos e faz parte da turma de expressão corporal. “É a primeira vez que eu me apresento, estou amando e me divertindo muito”, expressou.

Música

 

Já no domingo (22) mais de cem alunos do curso de música se apresentaram, também, no Teatro Deodoro, executando músicas clássicas e Música Popular Brasileiro. Participaram do concerto os alunos dos cursos de cavaquinho, clarinete, flauta, percussão, piano, saxofone, teclado, trompete, trombone, violão e violino.

Assessoria

Descrição do autor

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior é jornalista, colunista da Gazeta de Alagoas e editor do caderno Gazeta Rural

Ainda não há comentários.

Participe da conversa