Perspectiva para produção de frangos nos Estados Unidos depende da demanda, mas deve crescer

Grandes produtores de frango dos Estados Unidos tiveram um 2013 forte e devem lidar com custos bem mais baixos no próximo ano, uma vez que a volumosa safra de milho norte-americana colhida no outono (do Hemisfério Norte) está derrubando os preços da ração.

A perspectiva de 2014, no entanto, para produtores de frango norte-americanos depende da intensidade da demanda do consumidor dos EUA, disse o diretor financeiro da processadora Sanderson Farms, Mike Cockrell, ao Wall Street Journal. Ele assinalou que a produção de frangos provavelmente crescerá de 2% a 3% no próximo ano, então qualquer queda na demanda poderia derrubar os preços no atacado, pesando sobre as margens de processadores.

– Se houver qualquer tipo de soluço na economia, 2% a 3% a mais de frangos pode ser demasiado – afirma Cockrell.

O consumidor encontrará não só uma oferta maior de frangos em 2014, mas produtos com mais informações. Novas regras que estão entrando em vigor exigem que processadores de carne listem detalhes como os países onde os animais destinados à produção nasceram, foram criados e abatidos. Vários membros da indústria estão pressionando pela suspensão das novas regras em meio à discussão sobre a nova lei agrícola (Farm Bill), que deve ser votada em janeiro.

 

Rural Br

Descrição do autor

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior é jornalista, colunista da Gazeta de Alagoas e editor do caderno Gazeta Rural

Ainda não há comentários.

Participe da conversa