42 municípios alagoanos estão desabastecidos de Azitromicina

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2020/05/azitromicina.jpg42 municípios alagoanos estão desabastecidos de Azitromicina

Uma pesquisa realizada pelo Conselho de Secretarias Municipais da Saúde (Cosems-AL) entre os dias 19 e 22 de maio deste ano traçou um perfil do abastecimento do medicamento Azitromicina 500mg ou 1g – principal antibiótico receitado para tratamento da Covid-19 – nos municípios alagoanos.

Conforme o relatório, Maceió detém 30% do estoque apresentado na rede pública de saúde, o que representa 33.525 comprimidos, de um total de 115.589 cápsulas de 500mg e 2.160 de 1g; 42 municípios estão desabastecidos e 72 cidades apresentam um abastecimento inferior a 500 comprimidos.

Depois da capital, os municípios com maior estoque são Craíba (8.400); Piaçabuçu (7 mil); Pilar (6 mil); Marechal Deodoro (5.800); Traipu (4.800), Arapiraca e São Miguel dos Campos, com 4 mil cada.

A Azitromicina é um antibiótico utilizado também no tratamento de infecções respiratórias, uma das complicações mais graves decorrentes novo Coronavírus (covid-19). O medicamento consta da Rename (Relação Nacional de Medicamentos Essenciais) e está incluído no programa Aqui tem Farmácia Popular, do governo federal, com distribuição gratuita também nas UBs (Unidades Básicas de Saúde).

Ainda não há medicamentos comprovados para prevenir ou tratar especificamente a Covid-19, mas para conter infecções decorrentes da doença, a exemplo da Azitromicina, especialamente em pacientes que apresentam comprometimento pulmonar.

Fonte: Cada Minuto

Author Description

Maria Taina

Sem Comentários ainda.

Participe do debate