TJAL tem maior média de sentenças e acórdãos do Brasil

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2020/05/e0ca466978e29ebe449f879d444b6f0b.jpgTJAL tem maior média de sentenças e acórdãos do Brasil

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) tem a maior média nacional de sentenças e acórdãos por magistrado durante o regime de teletrabalho. O número ficou em 386, à frente do TJ da Bahia, com 353, e do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, com 339.

De 16 de março a 10 de maio, o TJAL proferiu 61.370 sentenças e acórdãos. Dividindo esse número pelo quantitativo de magistrados (159, segundo relatório do Justiça em Números 2019), chegou-se à média de 386. Em números absolutos (61.370), o TJAL fica em primeiro entre os Tribunais de pequeno porte.

Decisões

O TJ de Alagoas se destaca ainda por ter obtido média de 635 decisões por magistrado, ocupando o quarto lugar no ranking, atrás apenas das cortes de Rondônia (771), São Paulo (723) e Santa Catarina (652). Nessas oito semanas de trabalho remoto, foram proferidas pelo Judiciário estadual 101.017 decisões. Em média e números absolutos, o TJAL fica em segundo lugar entre as cortes de pequeno porte.

“Essas posições de destaque refletem um envolvimento de juízes e servidores, que entenderam a necessidade de se continuar trabalhando, e trabalhando bem, no regime de teletrabalho. Isso muito nos anima, orgulha e nos incentiva a continuar focados”, disse o presidente do TJAL, Tutmés Airan.

Para o corregedor-geral da Justiça, Fernando Tourinho, o TJAL se destaca no cenário nacional, entre outras razões, por estar trabalhando com quase 100% dos processos na forma digital. “Estamos tentando fazendo o melhor nesse momento de pandemia”, reforçou.

No período analisado, o Tribunal de Justiça de Alagoas realizou ainda 838.348 movimentações processuais e contabilizou quase 94.000 despachos. Veja aqui os números divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O Judiciário estadual segue em teletrabalho pelo menos até 31 de maio, conforme definido no ato normativo nº 10, publicado no Diário da Justiça Eletrônico dessa quinta (14).

Fonte: TJAL

Author Description

Maria Taina

Sem Comentários ainda.

Participe do debate