ATR de novembro tem variação de –10%

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/12/38762_ext_arquivo.jpgATR de novembro tem variação de –10%

O ATR voltou a ter uma nova variação negativa na safra 18/19. Dados divulgados pelo Consecana-AL/SE apontam que o valor líquido do indicador, que passou de R$ 0,7013 para R$ 0, 6269, teve uma redução superior a 10% em novembro.

De acordo com cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada/ Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/ Universidade de São Paulo (CEPEA/ESALQ/USP), a alta de preço do VHP comercializado com o mercado americano e do açúcar cristal, além do etanol hidratado, não foi suficiente para garantir uma variação positiva do ATR em novembro em comparação ao mês anterior.

Com base nos dados repassados CEPEA/ESALQ/USP, o saco do cristal passou de R$ 58,06 para R$ 61,90 e o VHP mercado americano de R$ 96,72 para R$ 104,74. Enquanto isso, o metro cúbico do etanol hidratado teve um leve reajuste de R$ 1.718,12 para R$ 1.769,90.

No sentido contrário, o saco do açúcar VHP exportado para o mercado mundial teve uma redução de preço de R$ 63,68 para R$ 50,48 e o metro cúbico do etanol anidro de R$ 2.050,03 para 1.939,96.

O Consecana-AL/SE informou ainda que o preço médio de um quilo de ATR nos produtos que fazem parte do mix da cana em novembro foi de R$ 1,0606 com valor acumulado de R$ 1,1248.

O levantamento técnico aponta ainda que o valor líquido da cana padrão, que corresponde a 114,09 kg de ATR/tonelada cana, passou de R$ 80,0113 para R$ 71,5230 com acumulado de R$ 75,8470.


Bccom Assessoria

Author Description

Redação

Sem Comentários ainda.

Participe do debate