Com a Nota Fiscal Cidadã, entidade instala placa solares e economiza energia

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/11/22c2298b87ed3bbb0522f0997ba1a41b_L.jpgCom a Nota Fiscal Cidadã, entidade instala placa solares e economiza energia

Se para quem ganhou no último sorteio da Nota Fiscal Cidadã já foi maravilhoso, imagina para quem acabou de realizar um sonho graças à premiação?! O Lar de Amparo à Criança para Adoção (Laca) conseguiu inaugurar, nessa quarta-feira (7), a instalação de placas solares para possibilitar ao local mais economia de energia elétrica.

A instituição social, cadastrada na campanha há quase dois anos, foi sorteada algumas vezes e levantou a quantia de R$ 46 mil a fim de investir em energia solar fotovoltaica. De acordo com o especialista do ramo, Sidney Costa, a novidade deve proporcionar à entidade uma economia de aproximadamente R$ 800 por mês.

“Trata-se de um sistema que vai gerar uns 800kWh/mês e é uma oportunidade de poder investir mais na própria instituição como a Nota Fiscal Cidadã já faz. O Laca pegou, foi juntando, fizemos a parceria e fomos montando o negócio para que a gente pudesse inaugurar hoje. O trabalho que será realizado por eles não só ajudará ao próximo, mas também ao meio ambiente”, ressalta Costa.

Irani Buarque, diretor do Lar, conta que foi uma atitude ousada e que custou uma alta quantia, mas que a equipe tem muito que agradecer e continuar fazendo o que fazem: amar e atender bem às crianças acolhidas.

“Essa benfeitoria que conseguimos fazer todo mundo sabe o quanto é difícil. Fazer trabalhos como os que nós, de entidade social, fazemos também é. Principalmente quando se trabalha com o começo da vida. Recebemos crianças abandonadas, maltratadas, jogadas no lixo… são histórias diversas e que a gente pensa que só existem do outro lado do mundo. Agora é dar continuidade aos projetos para bem atendê-las”, enfatiza.

O LACA

Com dez anos de atuação em Maceió, a instituição recebe do Conselho Tutelar crianças de 0 a 6 anos. Na casa, cuja capacidade é de até 15 acolhidos, além da moradia, são oferecidas alimentação e educação básica. O intuito do grupo é reinserir os menores nas famílias de origem ou providenciar a adoção.


Assessoria

Author Description

Redação

Sem Comentários ainda.

Participe do debate