Uma das maiores indústrias de laticínios do Brasil vai se instalar em AL

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/10/Reunião-Conedes_Foto-Kaio-Fragoso.jpgUma das maiores indústrias de laticínios do Brasil vai se instalar em AL

Uma das marcas mais conhecidas no mercado nacional de lácteos vai implantar uma unidade em Alagoas. Trata-se da Mococa, empresa que tem sede em São Paulo e fez a aquisição do Laticínio Murici (Leite MUU), sediado em Murici e deve começar a operar já no primeiro trimestre de 2019.

A empresa vai ampliar a indústria com investimentos da ordem de R$ 11,5 milhões. “Na primeira fase serão gerados 65 empregos diretos, com a ampliação para a geração de 110 empregos a partir do segundo ano”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.

A operação da Mococa em Alagoas começa com 35 mil litros de leite dia e chegará até 150 mil litros de leite num prazo de até 5 anos. A empresa vai produzir em Alagoas creme de leite, leite condensado e achocolatado, abrindo um novo mercado para os produtores de leite alagoanos.

Incentivos

O Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico e Social (Conedes) aprovou, na última semana, durante reunião no Palácio República dos Palmares, a concessão de benefícios fiscais para a Mococa S/A Produtos Alimentícios, que irá se instalar no município de Murici, a 53 km de Maceió.

Atuando há mais de 90 anos no mercado nacional, a empresa do ramo de laticínios irá fabricar leite condensado e achocolato na unidade produtiva de Alagoas, e deve gerar cerca de 400 empregos diretos e indiretos na região.

“A chegada da Mococa S/A é uma conquista importante para Alagoas, e contribuirá não só para o desenvolvimento econômico, como também para a consolidação e melhoria da Cadeia Produtiva do Leite do nosso Estado”, afirmou o presidente do Conedes e secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.

Com o incentivo fiscal aprovado, a Mococa S/A se instala em Alagoas com os benefícios concedidos pelo Governo do Estado que fazem parte do Programa de Desenvolvimento Integrado (Prodesin), que oferece a redução de 92% no pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na saída dos produtos industrializados, além do diferimento do ICMS sobre os bens destinados ao ativo fixo, sobre a matéria-prima utilizada na fabricação de produtos e na aquisição interna de energia elétrica e gás natural.


Blog Edivaldo Junior

Author Description

Redação

Sem Comentários ainda.

Participe do debate