Projeto de Marx amplia licença maternidade e segue Organização Mundial da Saúde

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/10/WhatsApp-Image-2018-10-10-at-14.53.15.jpegProjeto de Marx amplia licença maternidade e segue Organização Mundial da Saúde

De volta ao trabalho na Câmara dos Deputados, após sair vitorioso das urnas no último domingo, o alagoano Marx Beltrão (PSD) apresentou nesta terça-feira (9) um projeto de lei que amplia a licença maternidade para 180 dias. Esse é o período recomendado pela Organização Mundial da Saúde para que recém-nascidos se alimentem exclusivamente de leite materno.

Pelas redes sociais, o deputado defendeu que a primeira infância é uma etapa determinante no desenvolvimento da criança. “Precisamos valorizar esse momento fundamental da formação e nutrição dos bebês e, para isso, é necessário dar essa garantia às mães”, argumenta o parlamentar.

A iniciativa de Marx tramita na Câmara como o Projeto de Lei 10849/18 (ver projeto na íntegra no link abaixo). Atualmente, o programa Empresa Cidadã já busca equiparar a licença maternidade, que atualmente é de 120 dias, às recomendações da OMS por meio de incentivo fiscal. Mas o PL de Marx expõe que nem todas as empresas preenchem os requisitos, o que retira esse acesso a milhares de mães pelo país.

“A proposta é universalizar o direito a licença maternidade de 6 meses, atendendo ao que é estipulado pelo órgão mundial da saúde e já é adotado e dezenas de países. Valorizando as mães e a primeira infância criamos condições para um crescimento saudável das nossas crianças”, conclui o deputado.

Veja na íntegra a tramitação do PL no link abaixo.

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2184048


Assessoria

Author Description

Redação

Sem Comentários ainda.

Participe do debate