Crianças e adolescentes discutem direitos em conferência

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/09/37212_ext_arquivo.jpeghttp://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/09/37212_ext_arquivo.jpegCrianças e adolescentes discutem direitos em conferência

Crianças e adolescentes serão os protagonistas na discussão sobre as políticas públicas em Maceió nesta quinta-feira (13), durante mais uma edição da Conferência Livre dos Direitos da Criança e do Adolescente. O evento, que será realizado desta vez no bairro de Bebedouro, contempla toda a IV Região Administrativa para discutir propostas de como criar uma “cidade perfeita”.

Realizadas em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), as Conferências Livres foram dividas por regiões administrativas do Conselho Tutelar. Toda a mobilização é feita pelos conselheiros tutelares, que convidaram alunos de escolas públicas e particulares, e também crianças que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV) dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) da região e de outras unidades.

Durante a conferência, os jovens escolhem um prefeito, um vice-prefeito e representantes para as Secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos e, junto com facilitadores, discutir como é a situação de cada pasta e quais seriam as propostas para melhorar as políticas públicas.

Nesta edição no bairro de Bebedouro, crianças e adolescentes com idade entre 8 a 16 anos foram convidadas para reunir propostas dos problemas da comunidade. O evento será realizado no Colégio Bebedouro, das 8h às 12h, e terá professores e assistentes sociais como facilitadores das divisões em grupos.

Segundo a presidente do CMDCA, Maria Cícera de Oliveira, as Conferências Livres são importantes devido à oportunidade que oferta aos jovens, deles serem protagonistas nas decisões sobre as políticas públicas. “As Conferências acontecem em cada região para que eles possam discutir quais são as políticas públicas que devem ser melhoradas e por quê. Cada um sabe o contexto que vive e durante essa ação eles podem falar quais são os pontos que devem ser resolvidos”, disse a presidente.

Ainda segundo Cícera, os debates também são uma forma de preparar os jovens e reunir propostas para a Conferência Municipal, que irá acontecer no mês de novembro. “No final do ano, alguns jovens serão escolhidos para apresentar essas soluções, estão é importante que eles estejam familiarizados com os assuntos e preparados para as discussões que estão por vir”, finalizou.

Crianças e adolescentes que estiverem interessados em participar, e são moradores do bairro de atuação, podem procurar o Conselho Tutelar da 4ª Região. Esta região administrativa contempla os bairros do Bom Parto, Mutange, Bebedouro, Chã de Bebedouro, Chã da Jaqueira, Chã da Jaqueira, Santa Amélia, Jardim Petrópolis I e II, Fernão Velho e Rio Novo.


Assessoria

Author Description

Redação

Sem Comentários ainda.

Participe do debate