Representantes da ONU reconhecem avanço da Educação em Maceió

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/09/05MA-Rui-Palmeira-Prefeito-de-Maceió-5-768x510.jpgRepresentantes da ONU reconhecem avanço da Educação em Maceió

Representantes de dois importantes programas da Organização das Nações Unidas (ONU) que atuam em Maceió elogiaram o crescimento no Índice da Educação Básica da capital, divulgado esta semana pelo Ministério da Educação. Para as coordenadoras do Unicef e Pnud, a nota 5,0 no Ideb de 2017 aponta significativa melhoria da Rede Municipal de Ensino, e, consequentemente, na vida das crianças e adolescentes de Maceió.

O índice superou, pela primeira vez, a meta estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC), que era de 4,8 para o ano de 2017. De acordo com os dados, Maceió obteve a quarta melhor nota do Nordeste nas séries iniciais.

A Prefeitura de Maceió mantém a parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) desde 2013. Na última quarta-feira (05), durante evento que discutiu o enfrentamento da exclusão escolar, a oficial de Educação do Unicef no Semiárido brasileiro, Verônica Bezerra, reconheceu as melhorias na Educação de Maceió. “É uma alegria imensa estar em Maceió e comemorar este avanço, que é fruto de trabalho, e nós percebemos que a Rede Municipal vem trabalhando na busca de resultados. Maceió avançou e o Ideb faz esse retrato do desempenho. Então há motivo para comemorar e os trabalhos seguem adiante com a ajuda de todos os que se interessam pela Educação”, pontuou.

O Unicef atua no Município por meio do Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), que promove o diálogo entre a comunidade escolar e o poder público com o objetivo de identificar os fatores que influenciam no aprendizado. As demandas são repassadas ao comitê municipal, com representantes de instituições e órgãos públicos, para que sejam avaliadas e repassadas ao Poder Executivo. Reformas em terminais de ônibus, praças e manutenção de iluminação pública são exemplos de que essa integração é transformada em melhorias.

“Nós nos sentimos agentes das conquistas de Maceió e já ficamos alegres com outros avanços que estão chegando, porque percebemos que há um trabalho fortemente comprometido e, como consequência, chegará vida melhor para um conjunto imenso de crianças e adolescentes”, disse a representante do Unicef.

Parceiro relevante das conquistas da Educação Municipal, o Pnud atua em pesquisa nas unidades escolares, apresenta diagnósticos e aponta novas propostas pedagógicas. As ações valorizam o perfil dos alunos e os aspectos locais para que a linguagem em sala de aula seja mais prática e direta. A parceria se dá diretamente com a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

“A gente está muito feliz por esse avanço, porque não se trata apenas de números, o que a gente avalia é que a rede quer avançar e mostrar as potencialidades dos alunos e professores. O resultado do Ideb demonstra que é possível avançar na aprendizagem, mesmo com todas as dificuldades. É possível tornar a sala de aula atrativa para as crianças, e interromper o ciclo perverso que é a exclusão escolar”, destaca coordenadora geral do projeto da ONU em Maceió, Rita Ippolito, “O Pnud apresenta as estratégias, mas o esforço é de todos, dos protagonistas que estão nas escolas e da Semed”, completa a representante do Pnud.

Os investimentos

O prefeito Rui Palmeira lembra que a superação na nota do Ideb é resultante dos investimentos do Município e do esforço de toda a comunidade escolar. “É uma alegria para todos nós recebermos essa notícia, que mostra que o trabalho feito está no caminho certo. Construímos creches, nomeamos mais de 400 concursados, entre professores, merendeiras e secretários escolares, estamos investindo em merenda com cardápio saudável, reformamos escolas e reconstruímos algumas, como foi o caso da Escola Municipal Arnon de Mello, no Jacintinho. Todo esse investimento mostra que temos compromisso com a Educação e esperamos avançar ainda mais”, afirma o gestor.

O Ideb

Maceió superou a meta estabelecida pelo Ideb nos anos iniciais projetada para 2017 que era de 4.8 e alcançou 5.0. A nota na Prova Brasil nos anos finais também cresceu, com média de 3.8, 4 décimos a mais em comparação a média de 2015. Em termos percentuais, Maceió teve um crescimento de 13,6% nos anos iniciais e 11,8% nos anos finais. O Ideb reúne, em um só indicador, os resultados do fluxo escolar e o desempenho dos estudantes nas avaliações.


Assessoria

Author Description

Redação

Sem Comentários ainda.

Participe do debate