Na busca por eleitor indeciso, Ciro Gomes adota perfil soft

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/08/36744_ext_arquivo.jpgNa busca por eleitor indeciso, Ciro Gomes adota perfil soft

Com dificuldades de crescer nas pesquisas eleitorais, o candidato do PDT à sucessão presidencial, Ciro Gomes, adotou novo perfil para tentar avançar sobre os eleitores indecisos.

Diante da crítica de adversários de que tem fama de explosivo, o que foi apontado como um fator de insegurança em pesquisa, ele decidiu abandonar o que é chamado pela equipe de campanha de uma postura “belicosa” e adotar uma “moderada”.

“O que podemos dizer é que ele entrou agora numa fase de Ciro Soft”, resumiu o presidente do PDT, Carlos Lupi.

Inicialmente, a proposta era de que ele não abrisse mão do jeito duro. Em entrevista à Folha de S.Paulo, em junho, o então coordenador político da campanha eleitoral, Cid Gomes, disse que o perfil “franco, sincero e que fala o que pensa é cada vez mais desejado pelo povo”.

Segundo a reportagem apurou, contudo, uma pesquisa qualitativa revelou uma certa resistência dos eleitores com o temperamento do candidato e uma preferência por um perfil mais tranquilo e bem-humorado.

Desde então, Ciro tem feito menos ataques e se descrito como uma “seda” e um “doce de coco”. Ele foi aconselhado por integrantes do partido a sorrir mais e a reagir com mais calma a críticas. “Aos 60 anos de idade, eu não vou mudar, [mas] estou mais maduro, experiente e sereno”, disse em entrevista na sexta-feira (17).

Em julho, o candidato xingou publicamente representante do Ministério Público e, no mês anterior, chamou o vereador Fernando Holiday (DEM-SP), ligado ao MBL, de “capitãozinho do mato”. Na época, foi aconselhado pelo irmão Cid Gomes a não fazer xingamentos em público, o que também passou a evitar.

O novo perfil será explorado, por exemplo, na estreia do candidato na propaganda eleitoral gratuita, no dia 31. A ideia será mostrá-lo como um político experiente e um homem calmo. Para isso, serão veiculadas imagens da carreira dele, nos cargos de governador e ministro, e filmagens de momento de intimidade com os filhos.

A postura moderada começou a ser testada na semana retrasada, véspera do início oficial da campanha eleitoral. No primeiro debate dos presidenciáveis, realizado pela TV Bandeirantes, Ciro evitou ataques e manteve tranquilidade, fazendo, inclusive, piada em pergunta sobre a Ursal (União das Repúblicas Socialistas da América Latina).

“É preciso ter calma. A campanha eleitoral é uma corrida de fôlego. Eu achei que nós devíamos hoje tatear o caminho”, disse na saída do debate.

No discurso, passou a adotar uma linha amigável, referindo-se aos seus oponentes de forma amistosa. Segundo ele, Geraldo Alckmin (PSDB) é um bom amigo “há longa data”, Jair Bolsonaro (PSL) é seu “estimado colega de Câmara dos Deputados” e Marina Silva (Rede) uma “estimada amiga”.

Segundo um dirigente do partido, o novo temperamento teve boa recepção em sondagem com eleitores, entre eles os que ainda não definiram seu voto. Segundo a última pesquisa Datafolha, em cenários sem o ex-presidente Lula, o percentual de indecisos chega a 28%.

A avaliação é que, diante da disputa com a candidatura petista pelos eleitores de esquerda, Ciro precisa avançar sobre parcela dos que não têm candidato e dos identificados com o campo de centro.

A nova estratégia também tem sido utilizada nas redes sociais. Na tentativa de suavizar sua imagem, o candidato tem publicado uma espécie de álbum de momentos descontraídos. Nas fotografias, ele posa nadando com o filho caçula, se vestindo com a ajuda da neta, abraçando uma conterrânea de Sobral (CE) e dançando com a mãe.

Ele colocou ainda gravação, ao lado da candidata a vice Kátia Abreu (PDT), cantando música da cantora Dalva de Oliveira. E divulgou vídeo com memes de animais, no qual ele aparece de óculos escuros e fazendo sinal de “hang loose”, saudação que costuma ser utilizada por surfistas. Com informações da Folhapress.

Noticias ao Minuto

Author Description

Ana Luiza

Sem Comentários ainda.

Participe do debate