Produtores enfrentam dificuldades na produção de leite por conta da seca

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/08/seca.-123.jpegProdutores enfrentam dificuldades na produção de leite por conta da seca

Os pequenos produtores de leite do sertão de Alagoas já contabilizam perdas produtivas com a seca que vem dominando 38 municípios. Segundo a Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), a produção de leite vem caindo devido as dificuldades para alimentar o rebanho.

Sem rendimento na produção de silagem da palma, os produtores estão sem estoque de forragem e ração, segundo o técnico da CPLA, Vanderlan Lima. “Infelizmente o gado encontra mais areia do que pasto e as lavouras não resistem ao forte calor. Não se colhe nem 20% do que se plantou por conta da estiagem”, disse.

Numa associação de produtores em São José da Tapera a produção de leite registra uma perda de 60%. De acordo com o agricultor José Francisco, nos últimos dias, o rendimento das ordenhas só dá para abastecer o tanque com 400 litros, quando o normal beira a mil. “Temos um pouco de palma, mistura de farelo de trigo com soja, mas vamos racionar para evitar que o animal morra. Não sei por quanto tempo eles (os animais) vão se sustentar de pé”, relatou o produtor.

Para minimizar a convivência com a seca, a Cooperativa estuda a liberação de silagem de cana-de-açúcar para incrementar o manejo nutricional do rebanho leiteiro no período de estiagem.

Jornal de Alagoas

Author Description

Ana Luiza

Sem Comentários ainda.

Participe do debate