MPE prende médicos que estariam atuando de forma ilegal

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/08/201808140915_169bbef88d.jpgMPE prende médicos que estariam atuando de forma ilegal

O Ministério Público Estadual (MPE/AL) realizou uma operação no início da manhã desta terça-feira (14), e prendeu trÊs pessoas suspeitas de exercer ilegalmente a Medicina em Alagoas. As pessoas foram levadas para a sede do órgão, em Maceió, para prestar esclarecimento.

Informações iniciais são de que os detidos seriam médicos formados na Bolívia e estariam trabalhando de forma ilegal no estado.

Fernando Pedrosa, presidente do Conselho Regional de Medicina de Alagoas (CRM), informou que o órgão repassou ao Ministério Público informações sobre falsos médicos, formados na Bolívia que usavam nomes de outros profissionais para exercer a profissão.

“A denúncia não foi feita ao MPE pelo CRM, mas fornecemos os subsídios necessários para que ela fosse checada. Estas pessoas estavam usando nomes de médicos legalmente inscritos e até mesmo documentos deles. É um crime elaborado e que transcende a Medicina, já que envolve falsidade ideológica”, afirma Pedrosa.

Em breve o MPE/AL divulgará mais informações.


Redação com Agência

Author Description

Redação

Sem Comentários ainda.

Participe do debate