Popularidade de Temer continua baixa após intervenção, diz Veja

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/03/10-3.jpgPopularidade de Temer continua baixa após intervenção, diz Veja

O crescimento da popularidade do atual presidente não melhorou após a intervenção militar no estado do Rio de Janeiro.
De acordo com a revista Veja a pesquisa apontada pelo Barômetro Político Estadão-Ipsos, realizada duas semanas depois do anúncio da medida revelou estável desaprovação.

A aprovação se manteve em 4% oscilando entre os índices de desaprovação. A pesquisa foi feita antes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). O presidente via na intervenção no Rio uma estratégia para aumentar sua popularidade. De acordo ainda com o texto o presidente tem a pretensão de ser candidato à Presidência neste ano, desta vez como nome principal.
O Ipsos entrevistou 1.200 pessoas em 72 municípios, de 1.º a 13 de março. A margem de erro é de três pontos porcentuais.

Em março, todos os possíveis candidatos à Presidência têm a imagem desaprovada pela maioria da população. Sete deles são rejeitados por dois terços ou mais, segundo a pesquisa. A exceção é o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que ainda não decidiu se entra na disputa. Ele é desaprovado por 42% e aprovado por 38% dos entrevistados.


Redação com Agências

Author Description

Fernanda Feliciano

Sem Comentários ainda.

Participe do debate