Nova direção da Fetag/AL afirma que 2018 será um ano de desafios para o setor

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2016/07/produtor-rural.jpghttp://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2016/07/produtor-rural.jpghttp://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2016/07/produtor-rural.jpgNova direção da Fetag/AL afirma que 2018 será um ano de desafios para o setor

“Desafios. Essa é a palavra que mais nos remete para a responsabilidade que vamos assumir.” Essa foi a definição que Givaldo Teles, novo presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado de Alagoas (Fetag/AL) usou para falar sobre o que a nova direção irá enfrentar a partir deste ano de 2018.

Na última semana, o 5º Congresso Estadual de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Alagoas (CETTR/AL) elegeu a nova diretoria da Fetag/AL em seu processo político eleitoral, que foi encabeçado por uma chapa única. O evento, que durou três dias promoveu também mais um momento para traçar um plano de luta para a agricultura familiar alagoana. A solenidade de posse dos novos diretores está marcada para o dia 16 de fevereiro.

Givaldo Teles, que atualmente exerce o cargo de secretário de Organização e Formação Sindical da Fetag/AL, foi eleito o novo presidente. Como vice-presidente, a federação terá Florisval Guedes Filho, que ocupava a função de secretário de Finanças e Administração.

Como tema principal “Fortalecendo a Organização Sindical, em Defesa da Agricultura Familiar”, o congresso apresentou os novos desafios que a classe irá enfrentar para este ano e as grandes expectativas do setor no cenário alagoano.

Questionado sobre as mudanças de conceito da federação a partir da criação da Federação dos Trabalhadores Assalariados Rurais (Fetar), GivaldoTeles afirmou que a atuação da Fetag/AL será mais específica. “Esse será um ano de muita luta para o nosso setor. A verdade é que nós estamos num processo de reorganização. Com a criação da Fetar/AL estamos organizando os assalariados rurais. Mas a Fetag/AL vai continuar representando, perante toda a sociedade, a classe de agricultores familiares. O importante a ser lembrado é que nós precisamos manter a unidade do movimento”, afirmou Teles.

Para a nova diretoria, o ano de 2017 foi de grandes conquistas e que as expectativas para 2018 são ainda maiores. “A prova disso foi a aprovação do Programa Estadual de Aquisição de Alimentos de Agricultores Familiares (PAA/AL), que está injetando 15 milhões para a compra da produção da agricultura familiar alagoana. O nosso objetivo é fazer com que o produtor permaneça no campo e que possa produzir e se manter, porque só assim vai ser gerado emprego e renda para seus familiares”, lembrou o novo presidente da Fetag/AL.

Assessoria

Author Description

Ana Luiza

Sem Comentários ainda.

Participe do debate