Carimbão vai lançar a chapa dos “lisos” contra os “patacudos”

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/01/4573_ext_arquivo.jpgCarimbão vai lançar a chapa dos “lisos” contra os “patacudos”

O registro está na história de Alagoas: em 1884 foi registrada no Estado uma luta armada que ficou conhecida como a rebelião que dos “Lisos e Cabeludos”, uma disputa política entre conservadores e liberais.

Agora tem gente querendo reviver essa batalha no campo eleitoral, com nova roupagem.

O deputado federal Givaldo Carimbão colocou em marcha uma estratégia que considera eficaz para eleger um “liso” para a Assembleia Legislativa de Alagoas com menos de 10 mil votos.

Liso, neste caso, tem sentido literal, ou seja, político que não tem dinheiro para fazer campanhas milionárias. Já “patacudo” é aquele que tem muita “pataca”, grana para distribuir em currais eleitorais.

“Vamos conseguir vencer. Com a união de bons nomes, de candidato sem dinheiro, contra aqueles que tem R$ 3 milhões para ganhar a eleição”, resume.

Carimbão trabalha montar uma chapa do PHS para deputado estadual. Nos próximos dias ele promete fazer uma grande reunião de filiação dos pré-candidatos ao seu partido.

O objetivo inicial é reeleger Carimbão Junior e, de quebra, garantir uma segunda vaga: “estou incentivando muitos dos amigos e aliados que poderiam apoiar meu filho a se lançar candidato. Dessa forma acredito que podermos fazer 90 mil votos e garantir a eleição de dois deputados, garantindo uma cadeira na ALE para candidatos sem dinheiro, que não teriam chances de outro jeito”, aponta.

A matemática é a seguinte. Uma determinada liderança política pode transferir, na avaliação de Carimbão, até 20% dos votos: “alguns amigos que poderiam dar mil votos a um candidato a Estadual poderá ter 4 mil ou 5 mil votos se for candidato. Com a soma destes votos, vamos conseguir fazer uma chapa para eleger dois estaduais”, avalia.

Frentes

Na avaliação de Carimbão, existem hoje três grandes frentes eleitorais sendo formadas para disputar vagas na ALE: o chapão do grupo de Renan Filho, a chapa montada por Adeilson Bezerra e a chapinha que ele está costurando. “No chapão, ganha com mais de 30 mil votos. Na chapa do Adeilson, quem tiver mais de 15 mil votos. Na nossa chapa, quem tiver perto de 10 mil votos tá dentro”, aponta.


Edivaldo Júnior

Author Description

Victor Spinelli

Sem Comentários ainda.

Participe do debate