Matadouro Regional de Viçosa ficará pronto em março

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2018/01/c4099bb576382f81b7462f369bd19312_L.jpgMatadouro Regional de Viçosa ficará pronto em março

Durante visita técnica nesta quarta-feira (3) ao município de Viçosa, o secretário executivo de Políticas Agropecuária e Agronegócios da Seagri, Manoel Henrique, e o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário, Hibernon Cavalcante, inspecionaram as obras do Matadouro Regional. A garantia dada pela construtora à equipe da Secretaria da Agricultura, Pecuária Pesca e Aquicultura (Seagri) é de que o prazo para conclusão das obras é final de março deste ano.

“Nosso objetivo é acompanhar o andamento das obras para que seja cumprido o prazo de entrega do Matadouro Regional de Viçosa, que vai atender produtores e a população do Vale do Paraíba”, afirma Manoel Henrique.

Como informa Hibernon Cavalcante, em atividade o novo frigorífico vai atender às necessidades dos nove municípios que compõem a região do Vale do Paraíba, com uma estrutura dotada de currais, salas administrativas, vestiários, caldeiras, subestação, bloco de abate, necropsia, pocilga, lagoas de tratamento e depósito para cascos e chifres.

Construído numa área de 2.300 m², o matadouro regional terá, além de instalações e equipamentos modernos, câmara frigorífica, boxe de atordoamento automático, bloco para abate e processamento de carne, vestuários e lagoa para processamento de resíduos.

Para o empreendimento, o Governo de Alagoas está investindo recursos da ordem de R$ 9,6 milhões e quando estiver em operação terá capacidade para abater 150 animais por dia, entre bovinos, caprinos e suínos.

De acordo com o secretário da Agricultura, Antônio Santiago, o novo espaço vai atender todos os requisitos exigidos pelas legislações federal e estadual, visando oferecer um ambiente adequado para o abate de animais, com condições de higiene e de trabalho aos produtores.

“O objetivo do Governo de Alagoas é oferecer aos produtores da região um matadouro com todas as estruturas adequadas, para que se possa ter carne com segurança alimentar à população”, assegura o secretário.

Santiago acrescenta que o matadouro vai oferecer à população produtos de qualidade e, sobretudo, evitar o abate clandestino de animas na região.


Agência Alagoas

Author Description

Victor Spinelli

Sem Comentários ainda.

Participe do debate