Governo aposta em investimentos na Segurança Pública de Alagoas

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2017/12/744ed32fedc65d1d7ca97f09028aeaaa_L.jpgGoverno aposta em investimentos na Segurança Pública de Alagoas

Investimento é a palavra que define o ano de 2017 para a Segurança Pública de Alagoas. Foram mais de R$ 50 milhões investidos na construção de CISPs, reforma de delegacias e batalhões da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, aquisição de equipamentos e de viaturas. Tudo isso foi decisivo para que o Estado reduzisse o número de crimes em várias modalidades e garantisse a segurança da população.

Desde o início de 2015, a gestão do governador Renan Filho, por meio da Secretaria de Segurança Pública, focou na valorização profissional e na prática operacional e de Inteligência para fazer despencar os números de crimes e colocar na cadeia os responsáveis por atos contra a vida humana e contra a tranquilidade do povo alagoano.

“Em toda minha carreira dentro da Polícia Militar, nunca vi tantos investimentos na Segurança Pública como tenho tido o prazer de presenciar nesses últimos três anos. Digo que devemos aproveitar e valorizar essa atenção que vem sendo dada ao setor”, afirmou o secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Júnior.

A Polícia Militar, por exemplo, tem quatro batalhões espalhados pelo Estado que estão em reforma ou construção e com previsão de entrega em 2018. Na capital, passam por reforma os batalhões da Radiopatrulha e do 1º Batalhão. Já no interior, estão sendo construídos novos prédios para abrigar os batalhões de Penedo e Delmiro Gouveia.

“Tenho 25 anos de polícia e é a primeira vez que vejo a construção de quartéis. É uma diferença muito grande. Esses investimentos serão muito importantes para que possamos ter mais estrutura e equipamentos para combater o crime aqui no Sertão”, salientou o subcomandante do 9º Batalhão, capitão Wilson dos Santos.

A Polícia Civil também é contemplada com investimentos na reforma de nove delegacias e construção de outras unidades. Um dos grandes investimentos é a construção do Complexo de Delegacias de Homicídios e Repressão ao Narcotráfico (DHPP), situada no bairro do Bebedouro. O novo prédio dará mais suporte para os delegados e servidores da polícia trabalharem na investigação de crimes de homicídio e de tráfico de drogas em Alagoas.

Além das construções, reformas também foram entregues, como é o caso da Delegacia Regional de São Miguel dos Campos. Fechado desde 2011, o prédio foi totalmente reformado e recebeu reparos hidráulicos, elétricos, pinturas, restauração das grades das celas, entre outras melhorias. O Governo do Estado investiu R$ 210 mil, em recursos próprios, para realizar a obra. A reabertura da unidade policial aconteceu em agosto e é importante para toda a região circunvizinha, já que durante os plantões ela concentra os serviços das delegacias de Teotônio Vilela, Junqueiro, Campo Alegre, Anadia, Jequiá da Praia e Roteiro.

“O que vemos nos últimos dois anos em Alagoas são investimentos na área da Segurança Pública. A mensagem que deixo aos policiais que irão atuar nessa delegacia é que continuem trabalhando de forma integrada pela Segurança Pública de Alagoas”, disse o secretário executivo de Políticas da SSP, Manoel Acácio Júnior, no dia da reabertura da delegacia.

O Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, em Maceió, e os quartéis dos municípios de Penedo, Arapiraca, Delmiro Gouveia e Palmeira dos Índios passam por reformas este ano.

Depois de anos de espera, o Instituto Médico Legal de Maceió (IML) será entregue à população em 2018. O novo espaço será dotado dos mais modernos equipamentos como scanner para cadáveres e raio-x. A estrutura contará com novidades, como sala especial para atendimentos a mulheres vítimas de violência e um anfiteatro para aulas de Medicina Legal. Ao longo do ano, as obras avançaram consideravelmente para garantir que o equipamento seja entregue à população alagoana o mais rápido possível.

CISP e Força Tarefa: uma realidade em Alagoas

Fortalecendo a política de integração das forças policiais em Alagoas, os Centros Integrados de Segurança Pública (CISP) apresentam resultados expressivos em todos os municípios onde já foram instalados, com redução de crimes e aumento no número de prisões e apreensões.

Ao todo, nove unidades foram entregues ao longo do ano de 2017, nos municípios de São José da Laje, São José da Tapera, Igaci, Girau do Ponciano, Ouro Branco, Cajueiro, Viçosa, Junqueiro e São Luiz do Quitunde. Contando com a unidade instalada em Boca da Mata, inaugurada em dezembro de 2016, 10 CISPs já estão em funcionamento e pelo menos outros quatro estão previstos para serem entregues em 2018.

Ao todo, sete unidades foram entregues ao longo do ano de 2017 nos municípios de São José da Laje, Girau do Ponciano, Ouro Branco, Cajueiro, Viçosa, Junqueiro e São Luiz do Quitunde. Com as unidades de Boca da Mata, Murici e São José da Tapera, inauguradas em 2016, 10 CISPs já estão em funcionamento e pelo menos outros quatro estão previstos para serem entregues em 2018.

Cada unidade teve um investimento de R$ 1.425.000,00 milhão de recursos próprios do Estado. Os Centros Integrados promovem a integração entre as Polícias Civil e Militar, que atuarão no combate à criminalidade e na manutenção da segurança dos moradores. Todos os municípios com CISPs receberam um incremento de quatro viaturas, além da Força Tarefa.

Cada unidade teve um investimento de R$ 1.425.000,00 em recursos próprios do Estado. Os Centros Integrados promovem a integração entre as Polícias Civil e Militar, que atuam no combate à criminalidade e na manutenção da segurança dos moradores. Todos os municípios com CISPs receberam um incremento de quatro viaturas, além da Força Tarefa.

A Força Tarefa avançou para o interior do Estado nos últimos meses e também contribui para a queda da criminalidade. São José da Laje, Girau do Ponciano, Ouro Branco, Cajueiro, Maragogi, São Miguel dos Campos, Viçosa, Atalaia, Delmiro Gouveia, Mata Grande, Junqueiro, São Luiz do Quitunde e Igaci foram contemplados com o reforço policial em 2017.

Investimentos que refletem na redução de crimes

Com estrutura nova, mais equipamentos e valorização profissional, os números apontam os avanços da Segurança Pública este ano. Andar de ônibus na capital, por exemplo, tem sido cada vez mais seguro. Enquanto em 2016 foram registrados 1.116 assaltos a coletivos, em 2017 as ocorrências caíram pela metade, apresentando redução de mais de 53%.

Entre as estratégias montadas para coibir essa prática estão o envolvimento de todos os batalhões da Polícia Militar nas abordagens aos veículos, além de outras ações integradas que conseguiram conter a prática criminosa. Já nos municípios do interior do Estado, os assaltos a vans de transporte complementar e ônibus intermunicipal caíram mais de 40% em relação ao ano passado.

Também houve queda no número de estabelecimentos comerciais alvos de roubos em Alagoas. Segundo dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC), da SSP, a redução foi de 32% em todo o Estado.

Outro grande resultado da integração entre as polícias tem relação direta com o número de apreensões de drogas. Mais de seis toneladas de entorpecentes foram apreendidos durante operações, flagrantes e após denúncias anônimas – muitas delas oriundas do 181 Disque-Denúncia.

O secretário Lima Júnior destaca o trabalho integrado realizado pelas equipes policiais, dos investimentos que o Governo do Estado vem realizando. “É com muita satisfação e responsabilidade que nós estamos fechando mais um ano à frente da Secretaria de Segurança Pública. É um trabalho árduo, porém gratificante de todas as equipes de forma integrada, desprovida de qualquer vaidade. Iremos apresentar números extremamente satisfatórios com redução na grande maioria de crimes. Isso se deve à integração, ao apoio do governador Renan Filho, do Governo do Estado com todas as demais secretarias que nos apoiam e sem esquecer a parceria com a sociedade alagoana do bem que utiliza o Disque-Denúncia e nos ajuda no combate ao crime”, completou.

__

Agência Alagoas

Author Description

Kadia Ingrid

Sem Comentários ainda.

Participe do debate