Asplana reafirma quebra de safra 30% no ciclo 17/18

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2017/12/CANA.jpgAsplana reafirma quebra de safra 30% no ciclo 17/18

O presidente da Asplana, Edgar Filho, alertou para o momento de dificuldade enfrentado pelo setor sucroenergético alagoano com uma quebra de safra estimada em 30% e redução dos preços do açúcar.

“Não esperávamos essa junção de problemas. Com isso, vamos ter um ano muito ruim. O preço do açúcar, por exemplo, caiu de 19 cents no ano passada para 13 cents em 2017. A safra vem caindo gradativamente de 25 milhões para algo estimado em 11 milhões de toneladas de cana beneficiadas. É uma situação terrível”, afirmou o presidente da Asplana.

O cenário de dificuldade foi apresentado pelo líder dos fornecedores de cana de Alagoas ao governador Renan Filho durante o encontro de representantes de entidades do setor sucroenergético com o chefe do Executivo estadual, semana passada, na usina Leão, em Rio Largo.

“O foco deste encontro foi encontrar saídas tanto para as usinas, com a baixa do ICMS para que o Estado volte a ser competitivo, quanto para o fornecedor de cana com o fornecimento de implementos e adubos para que possamos aumentar a produção de cana para sairmos deste problema”, frisou Edgar.

Na oportunidade, de acordo com Edgar Filho, o governador Renan Filho se comprometeu em ajudar os fornecedores. “Mais uma vez, o governador se comprometeu em dar o trator e o adubo. Ele já havia prometido isso em outras audiências que tivemos, mas, até o momento, não havia concretizado a promessa. Ele disse que em janeiro estará fazendo a entrega do material. Se isso ocorrer, dará tempo de fazer o plantio de verão da cana para que possamos colher na próxima safra. Mostramos para ele a importância de reativar a produção do Estado que está muito baixo. A cana gera renda e emprego para Alagoas”, finalizou.

Assessoria

Author Description

Vanessa Ataíde

Sem Comentários ainda.

Participe do debate