Redução da violência no Litoral Norte beneficia Turismo em Alagoas

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2017/12/segurança.jpgRedução da violência no Litoral Norte beneficia Turismo em Alagoas

Com 130 km de extensão, o Litoral Norte de Alagoas é berço da segunda maior barreira de corais do mundo, que forma várias piscinas naturais e paisagens deslumbrantes. Milhares de turistas visitam a região durante o ano, o que faz dela o segundo destino mais visitado do Estado.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) tem realizando diversas ações e montou uma operação especial para assegurar a tranquilidade de quem visita os municípios de Paripueira, Barra de Santo Antônio, Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres, Porto de Pedras, Porto Calvo, Japaratinga e Maragogi, sendo este último o maior polo turístico da região e o segundo maior do Estado, perdendo apenas para a capital Maceió, com uma média de visitação 150 mil visitantes por ano em suas piscinas naturais.

Apesar de ser uma região em constante expansão, as cidades turísticas possuem um histórico com baixo número de ocorrências criminais. Algumas modalidades criminosas caíram ainda mais, conforme dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac) da SSP.

Não houve em 2017, por exemplo, nenhum roubo a transporte rodoviário, que é operado pelas vans de transporte alternativo, na Barra de Santo Antônio, em Japaratinga, em Paripueira e em Maragogi. O número de roubos a residência também apresentou queda na região. Paripueira teve apenas dois registros este ano, enquanto Barra de Santo Antônio, Japaratinga e São Miguel dos Milagres não registraram nenhuma ocorrência.

Já com relação a roubos a estabelecimentos comerciais, Japaratinga e São Miguel dos Milagres não registraram ocorrências este ano. Maragogi e Barra de Santo Antônio tiveram apenas um roubo.

Operação Verão

Com a aproximação das festas de fim de ano e o aumento da ocupação hoteleira no Litoral Norte, a Polícia Militar, representantes das prefeituras e do trade turístico estiveram reunidos no dia 28 de novembro para discutir a ampliação da operação de forma integrada na região Norte.

As ações vão abranger toda a região, em especial as cidades litorâneas que terão maior fluxo de turistas. O comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Henrique do Carmo, explicou que está em execução a Operação Verão na localidade, que contará com o apoio da Força Tarefa, Rocam, Pelotão de Operações Especiais (Pelopes), Radiopatrulha, Batalhão Rodoviário (BPRv) e Batalhão de Operações Especiais (Bope).

A Cavalaria da PM atuará fazendo o policiamento na Rota Ecológica dos Milagres, que fica entre Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres e Passo de Camaragibe. Os Bugres da PM serão utilizados para fazer o policiamento em Maragogi e o Grupamento Aéreo da SSP também dará o suporte necessário em vários locais. “O BPRv também vai atuar na Rota Ecológica. As ações que as equipes já realizaram tiveram um ótimo resultado, com apreensões de motocicletas. Toda essa logística ficará até o fim da alta temporada, previsto para o mês de março”, disse tenente-coronel Henrique do Carmo.

No primeiro dia da Operação, dois homens foram presos suspeitos de tráfico de drogas, em Maragogi. Durante a operação Saturação na Rota Ecológica, no dia 4 de dezembro, equipes do Pelopes, BPRv e Grupamento Aéreo apreenderam veículos, drogas e outros materiais. A Polícia Civil também traçou estratégias para o período de alta estação, com o emprego de equipes especializadas em regiões com grande concentração de pessoas, além de proporcionar reforço e outros serviços.

“As delegacias de Maragogi, Paripueira e São Miguel dos Milagres irão disponibilizar, à população, a possibilidade de confeccionarem Boletins de Ocorrência e TCOs de dia e de noite, além dos fins de semana”, explicou o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira.

Investimentos na Segurança garantem continuidade das ações

Além das ações integradas que estão em andamento tanto no Litoral Norte quanto no Litoral Sul alagoano, o Governo do Estado tem investido na Segurança Pública, possibilitando o emprego de mais policiais e viaturas nos municípios. Além de Maceió, a Força Tarefa já está atuando em Maragogi, dando suporte a municípios vizinhos. São Miguel dos Milagres receberá, em 2018, um Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), que vai fortalecer a segurança na região. Está também em construção Cisp em São Luiz do Quitunde. Cada prédio custa em torno de R$ 1.425.000 milhão, oriundos de recursos próprios do Governo do Estado e concentram a Polícia Civil e Militar no mesmo ambiente de trabalho.

Tais avanços promovem vários benefícios para o trade turístico, que comemora as ações das polícias e o anúncio de mais investimentos. A presidente da Costa dos Corais Convention, Vergínia Stodolni, conhece de perto as dificuldades de quem sobrevive do turismo, que vão além do medo da violência, porém ela reconhece que os avanços obtidos nos últimos anos na Segurança Pública têm possibilitado que turistas e quem sobrevive desse ecossistema já sintam as melhorias.

“Quando o turista chega ao destino ele já vem de uma rotina de insegurança, porque atualmente isso já caminha lado a lado com a gente no nosso dia a dia. A expectativa deles é de tranquilidade em todos os aspectos. Quando não conseguimos proporcionar essa sensação de segurança com certeza o visitante vai repensar o destino e não vai voltar. Temos conseguido alguns resultados, que ainda não é o ideal, mas o importante é a gente perceber que há um esforço de todas as esferas”, disse.

Para a secretária de Turismo de Maragogi, Thereza Dantas, a segurança na região Norte vem crescendo e o Governo do Estado tem dado apoio a estas ações, com aumento no número de viaturas e do contingente policial, além da construção de Cisps. “A gente sente o aumento da segurança e a diminuição da violência, isso é muito relevante para que a gente garanta uma experiência prazerosa para o turista que visita o Litoral Norte e em especial Maragogi”, afirmou.

Região segura, ocupação hoteleira em alta

A região da Costa dos Corais conta atualmente com 188 empreendimentos hoteleiros, resultando em 8179 leitos. Este número irá aumentar já que há um resort em construção na região, o Salinas Japaratinga, e outro em expansão o Salinas Maragogi.

Esses investimentos da iniciativa privada são frutos dos bons números conquistados na região. A taxa de ocupação na Costa dos Corais tem uma média 75% em todo o ano. Durante períodos de feriadão prolongado e alta temporada esses números podem chegar facilmente a 90 e 95% de leitos ocupados.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Rafael Brito, a alta temporada terá aumento na ocupação hoteleira e a Segurança Pública tem papel fundamental para o crescimento do setor.

“Os avanços históricos conquistados em 2017 pela Segurança Pública de Alagoas certamente influenciam na decisão do nosso Estado como destino turístico. Para esta alta temporada, teremos um aumento de 12% no número de visitantes, ao todo, cerca de 600 mil pessoas estão com pacotes e passagens comprados para Alagoas. Os números sãos excelentes se comparados ao cenário do Nordeste, que tem apresentado retração mês a mês”, completou.

Agência Alagoas

Author Description

Polyana Lima

Sem Comentários ainda.

Participe do debate