Denúncia do MPF não fará Téo desistir de candidatura ao Senado

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2017/12/teovilela.jpgDenúncia do MPF não fará Téo desistir de candidatura ao Senado

Os planos não mudaram. O ex-governador Teotonio Vilela Filho segue em cima do muro, sem abalos, trabalhando para se viabilizar como candidato ao Senado, apesar de ter sido alvo de investigação na operação Caribdis, da Polícia Federal, e de ter sido denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva e ocultação de patrimônio em nome dos filhos.

Segundo denúncia do MPF, repercutida no Portal Gazetaweb, o ex-governador é suspeito de ter recebido mais de R$ 2 milhões em propina. (Veja aqui textos sobre a denúncia: http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2017/12/_45278.php; http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2017/11/canal-do-sertao-teotonio-vilela-teria-recebido-r-2-mi-em-propina_44829.php).

Em nota (veja a seguir), Téo Vilela diz tudo será esclarecido e que confia na Justiça.

Na avaliação do deputado federal Pedro Vilela (PSDB-AL), que também é sobrinho do ex-governador, a definição ou não de uma eventual candidatura não será influenciada pela ação do MPF.

“O Téo está tranquilo e sabe que tudo isso será esclarecido. O partido (PSDB) quer que ele seja candidato, eu também quero. Se ele não for candidato será por outros motivos e não por essa operação”, aponta Pedro Vilela.

A decisão de Téo Vilela, reforça o deputado, só será anunciada no próximo ano, provavelmente depois que o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, definir se é candidato ou não ao governo: “não acredito que nenhuma decisão saia antes do carnaval. E a tendência é que Téo se decida logo depois, confirmando sua candidatura”, avisa o deputado.

Reeleição

Quanto a Pedro, ele afirma que segue trabalhando por sua reeleição para a Câmara Federal. “O plano não mudou. Estamos estruturando o partido para as próximas eleições, podendo lançar chapa própria ou em coligação”, pondera.

Leia a nota do ex-governador:

NOTA

Confio na Justiça e na minha história. Tenho a mais das absolutas certezas de que na política cumpri com decência e ética meu compromisso com Alagoas e com os alagoanos e, portanto, sou o maior interessado em que essas investigações esclareçam definitivamente a verdade, reafirmando a minha disposição em colaborar com as autoridades que as conduzem.

Mas é preciso, desde já, deixar muito claro e enfatizo que não há em meu patrimônio, da minha esposa e de meus filhos, qualquer bem que tenha sido adquirido com dinheiro ilícito, de forma ilegal ou qualquer coisa desse porte.

Entendo que na condição de homem público, tenho a obrigação de prestar contas à sociedade, o que sempre fiz e faço com consciência do dever honestamente cumprido, mas, como pai e marido, tenho, igualmente, o dever de proteger a minha família de suposições que não retratam a realidade dos fatos e que nos indignam profundamente.

Repito a minha crença no andamento correto das apurações, no aguardo de que esse procedimento restabeleça o mais breve possível a verdade sobre todas essas absurdas acusações, com convicção de que não pratiquei nenhum ato contra o estado, contra a política e sobretudo contra os alagoanos que me elegeram Senador por três vezes e Governador do Estado por duas vezes.

Teotonio Vilela Filho

Edivaldo Júnior

Author Description

Polyana Lima

Sem Comentários ainda.

Participe do debate