Obra de dragagem para navegabilidade do São Francisco em AL e SE começa amanhã

http://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2017/11/são-francisco.jpgObra de dragagem para navegabilidade do São Francisco em AL e SE começa amanhã

Começa amanhã (28) a dragagem em trechos do Rio São Francisco nos estados de Alagoas e Sergipe. O termo emergencial autorizando as obras, que visam garantir a navegabilidade entre as cidades de Penedo (AL) e Neópolis (SE) e entre Pão de Açúcar (AL) e Niterói (SE), foi assinado hoje pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Mauricio Quintella.

A medida foi tomada após o agravamento da baixa vazão do rio, em razão da longa estiagem e da diminuição da vazão das barragens de Xingó e de Sobradinho, que no mês passado atingiu o patamar de 550 m³, menor marca desde o início do funcionamento, em 1979.

No total, devem ser investidos cerca de R$ 9 milhões nas obras para melhorias da travessia São Francisco. Caberá ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) coordenar a as operações para a dragagem do trecho, para garantir a navegabilidade.

Por conta da baixa vazão do rio, as balsas que fazem o transporte de veículos e abastecimento de alimentos acabam encalhando. O mesmo tem acontecido com embarcações menores que fazem a travessia de passageiros.

Com a dragagem, o governo espera minimizar os problemas com a navegação das balsas que fazem a ponte fluvial entre os dois estados. A estimativa é que sejam retirados quase 800 mil m³ de fragmentos do trecho hidroviário, dos quais 506 mil m³ em Penedo, e 285 mil m³ em Pão de Açúcar.

Chuvas

Apesar do início do período de chuvas na região, o nível dos reservatórios continua baixo. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a previsão até o dia 1º de dezembro é de volume útil de 1,8% em Sobradinho, na Bahia; de 6,7% em Três Marias, em Minas Gerais; e de pouco mais de 10% no reservatório de Itaparica, em Pernambuco.

Agência Brasil

Author Description

Vanessa Ataíde

Sem Comentários ainda.

Participe do debate