13° Concurso Lácteo garante oportunidade de melhorias para mix alagoano de derivados

13° Concurso Lácteo garante oportunidade de melhorias para mix alagoano de derivados

Principal vitrine para empresas de laticínios de Alagoas, o Concurso Lácteo, promovido pelo Senai/AL, reúne dezenas de laticinistas em uma competição de dar água na boca. Queijos, ricota, requeijão, queijo de coalho, queijo mussarela, queijo minas fresca, queijo de manteiga, bebida láctea, iogurte, coalhada, doce de leite e manteiga estarão à prova de diferentes paladares nos nos próximos dia 24 e 25 na 67ª Expoagro/AL.

O desafio de julgar tecnicamente diferentes derivados das marcas de Alagoas, além de expor abertamente os derivados, também resulta em ganhos competitivos para indústria e motiva o investimento em novidades, segundo a integrante da Comissão organizadora, Larissa Casado. “O objetivo é de que a gente consiga mostrar a qualidade e elevar essa qualidade, partindo do princípio da inovação tecnológica na produção dos alimentos em busca da excelência por um conjunto completo em sabor, textura, aroma e acabamento”, informou Larissa.

O concurso é regulamentado de acordo com regras e padrões das principais competições internacionais. A comissão julgadora será composta por cerca de 60 integrantes que receberão o produto para avaliar características externas, internas, de corte, consistência, odor e apresentação. Sem nenhuma identificação da marca, os jurados atribuirão notas para qualificar o índice de satisfação ao consumir o produto. O produto com maior pontuação na classificação geral, recebe o prêmio de excelência.

“Cada produto é identificado apenas por um número. Os jurados receberão um treinamento prévio para reforçar os objetivos da competição de forma geral. Os critérios variam de acordo com o produto”, pontuou Larissa.

Ganhos

No lado produtivo, o Concurso de Derivados Lácteos, segundo o presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios de Alagoas (SIleal), Arthur Vasconcelos, é visto como termômetro para o setor. “Mesmo tendo a ferramenta da mensuração das gôndolas, o laticínio consegue colher localizar melhorias significativas com avaliação especializada do concurso. Isso contribui para uma cadeia sólida e competitiva”, avaliou Arthur Vasconcelos.

Vencedor da categoria Produto do Ano,com o Iogurte natural, Adário Monteiro, do laticínio Batalha, é um tradicional participante das edições do Concurso. Segundo ele, o Concurso influenciou no salto de qualidade empreendido pela marca. “A cada ano a gente busca superar a marca passada. O concurso tem sido um parâmetro importante para o nosso mercado e tem ajudado a publicizar a marca. Um oportunidade ímpar de melhorias para a cadeia produtiva do leite”, comentou Adário Monteiro.

ASSESSORIA

Author Description

Vanessa Ataíde

Sem Comentários ainda.

Participe do debate