Torneio Leiteiro de Cajá dos Negros reafirma força da agricultura familiar

Torneio Leiteiro de Cajá dos Negros reafirma força da agricultura familiar

Durante os três dias de competição, o 1º Torneio Leiteiro da Comunidade Quilombola Cajá dos Negros, realizado no período de 13 a 15 de outubro, demonstrou a força produtiva da agricultura familiar. A competição, que possui o apoio da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), chegou a registrar a média 15 quilos de leite por vaca a cada esgoto oficial sem qualquer forma de estimulante.

Em clima de confraternização, os produtores além de mostrar o potencial leiteiro celebraram os avanços produtivos enquanto agricultores familiares. O evento foi prestigiado por diversos produtores de regiões circunvizinhas, além do secretário de Estado da Agricultura, Alvaro Vasconcelos, prefeita de Batalha, Marina Dantas e Paulo Dantas.

Na oportunidade, representando a direção da CPLA, o presidente Aldemar Monteiro parabenizou a comunidade Cajá dos Negros. “A Agricultura familiar está de parabéns. Cada vez mais a pecuária leiteira se fortalece devido ao desenvolvimento do agricultor familiar. Isso é fruto do programa do Leite,programa esse que é estruturante para nosso estado. A CPLA se orgulha em fazer parte desse processo”, disse Aldemar em discurso aos produtores.

Todos os produtores foram premiados com material técnico de ordenha, baldes e kits de manejo, além de premiação no valor de R$ 3 mil doado pela prefeitura de Batalha. O torneio elegeu as melhores produções nas categorias novilha e fêmea adulta, com 5 esgotos oficiais.

Um dos destaques do evento foi a participação da produtora Renata Lima, única mulher da competição. “A produtora deu um show de desenvoltura na ordenha em meio a maioria de vaqueiros e pecuaristas dominante na prova. Impressionante a facilidade com que a produtora conduzia ordenha, o que demonstra a força do leite na região”, revelou presidente da CPLA, Aldemar Monteiro.

Cultura

Para além das séries de ordenhas, o clima de festividade tomou conta da Comunidade Cajá dos Negros. A cultura afro e costume das famílias moradoras do assentamento foram exibidas nas apresentações culturais do grupo Afro Dandara composto por filhas de produtores do Assentamento.

Para o produtor Cícero Leite, a realidade produtiva e cultural da comunidade não poderia ter melhor representação. “Conseguimos nosso objetivo em levar mais conhecimento para o manejo dos animais, alimentação e qualidade do leite. Também renovamos nosso compromisso em trabalhar sério por mais crescimento na produção de leite, além de demonstrar a força da nossa gente com a apresentação”, ressaltou o produtor.

ASSESSORIA

Author Description

Victor Spinelli

Sem Comentários ainda.

Participe do debate