CCJ rejeita fatiar denúncia contra Temer, Padilha e Moreira Franco

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), rejeitou nesta terça-feira (10) fatiar a análise da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral).

Requerimentos nesse sentido foram apresentados pela oposição, que vê mais chances de aprovação da continuidade da investigação contra os ministros.

Temer, Padilha e Moreira são acusados de integrar uma quadrilha que desviou quase R$ 600 milhões de vários órgãos públicos.

Em linhas gerais, Pacheco afirmou entender que não é possível fracionar o caso porque a acusação foi feita de forma unitária e pressupõe supostos crimes conexos.

O relator da denúncia, Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que é aliado de Temer, deve apresentar seu voto na tarde desta terça. A votação na CCJ deve acontecer só na próxima semana. No plenário, na semana seguinte. O governo conta por ora com maioria nos dois colegiados para barrar a denúncia.

A oposição deve recorrer da decisão de Pacheco e tentará novamente fatiar a denúncia nas próximas semanas.

__

Notícias ao Minuto

Descrição do autor

Kadia Ingrid

Ainda não há comentários.

Participe da conversa