Bandeira vermelha: brasileiros pagaram R$ 20 bilhões a mais por luz

A bandeira tarifária vermelha, que aplica uma taxa extra nas contas de eletricidade, ficou em vigor durante mais da metade do tempo desde que o sistema que impõe variação no preço da energia entrou em vigor, em janeiro de 2015.

De acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), divulgados neste domingo (8) pelo “G1”, os consumidores pagaram cerca de R$ 20,8 bilhões a mais nas contas de luz de janeiro de 2015 a agosto de 2017 (dado mais recente disponível) devido à cobrança da taxa extra.

O sistema tarifário através de bandeiras foi criado para repassar aos consumidores o custo da produção de energia. O objetivo é que os consumidores economizem energia elétrica quando o custo está mais elevado.

Bandeira verde indica que o custo de produção de energia elétrica está baixo. Quando ele sobe um pouco, muda para amarela, depois para vermelha, patamar 1, e, por fim, para bandeira vermelha, patamar 2, quando está muito alto.

A bandeira tarifária aplicada neste mês de outubro é a vermelha, patamar 2, o que faz com que os consumidores paguem uma taxa extra de R$ 3,50 para cada 100 kWh de energia utilizados.

Notícias ao Minuto

Descrição do autor

Polyana Lima

Ainda não há comentários.

Participe da conversa