Concurso Bezerrada Positiva vira ponto de encontro de criadores de Nelore

A Bezerrada Positiva, concurso idealizado pelo pecuarista Celso Pontes de Miranda Filho, já virou tradição para os criadores da raça nelore que não expõe animais em pistas de julgamento durante a Expoagro Alagoas. A 8ª edição da competição ocorre no dia 24 de outubro, momentos antes do Leilão Nelore Positivo, no Parque da Pecuária, em Maceió.

O principal objetivo do Bezerrada Positiva é realizar uma grande confraternização entre criadores de Alagoas. Segundo as regras do concurso, os lotes devem conter de 15 a 20 bezerros cara limpa, com idade entre oito a 12 meses.

“Em Mato Grosso nós vimos um concurso parecido com esse e decidimos inovar e trazer para aqueles criadores conseguirem expor o que eles têm na fazenda. É difícil quando você não é um selecionador de nelore ou de outra raça, então no concurso ele tem a oportunidade de mostrar o que é feito da porteira para dentro”, explica Celso Pontes de Miranda Filho.

Entre os criadores parceiros no concurso estão Alexandre Oiticica, Marcelo Loureiro, Ronaldo Cunha, Luís Jatobá, Alexandre Vieira Lins, entre outros. Quem participa do Bezerrada Positiva também comercializa os animais no leilão.

“Essa é uma maneira de mostrar aos outros criadores o trabalho de seleção e de aprimoramento do rebanho. No concurso, os animais são padronizados. Essa é uma forma de ver o que é melhor e mais padronizado entre os rebanhos. É necessário que o primeiro animal seja igual ao décimo quinto. A padronização é o quesito que o jurado avalia”, atenta CPMF.

13º Nelore Positivo

O remate vai ofertar lotes de 500 bezerros e bezerras, 30 touros PO, 50 novilhas cara limpa prontas para entrar na estação de monta, além de novilhas PO já prenhas. O leilão é considerado um dos maiores em volume de animais comercializados da 67ª Expoagro/AL.

Serviço

8º Concurso Bezerrada Positiva / 13º Leilão Nelore Positivo

Data: 24/10/2017

Horário 19h

Local: Parque da Pecuária, em Maceió/AL

Assessoria

Descrição do autor

Polyana Lima

Ainda não há comentários.

Participe da conversa