Maceió tem queda de 55.9% no número de assaltos a ônibus

O trabalho de combate ao crime em Alagoas realizado pelas forças de segurança segue dando resultado e o Estado registra, pelo oitavo mês consecutivo, redução no número de assaltos em coletivos em Maceió. Os dados foram apresentados durante reunião com Sindicato dos Rodoviários, empresas de ônibus e a cúpula da Segurança Pública, nesta terça-feira (3). Quando comparados os nove primeiros meses de 2016 com o mesmo período deste ano, a queda foi de 55.9%.

Segundo dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC), nesse mês de setembro foram registrados 60 assaltos a ônibus. O número representa uma redução de 6,25% quando comparado ao mesmo mês do ano anterior, que registrou 64 ações contra coletivos na capital.

O secretário da Segurança Pública, coronel Lima Júnior, destacou que apesar da proximidade dos números, se compararmos os registros de janeiro a setembro de 2016 com os deste ano, constata-se que os assaltos a coletivos caíram pela metade. Se até setembro do ano passado foram registrados 911 assaltos a ônibus, no mesmo período deste ano ocorreram 401, uma redução de 55.9%.

“Isso mostra o bom trabalho que vem sendo realizado de forma integrada pela Segurança Pública. Costumo sempre dizer que o assalto a coletivo é tão importante ser combatido quanto um homicídio, pois essa modalidade criminosa atinge aquele que mais precisa do Estado. Apesar dos bons números, a batalha não está ganha. Iremos continuar realizando operações e ações para fazer reduzir ainda mais esse tipo de crime”, afirmou.

Também presente à reunião, o comandante do Policiamento da Capital (CPC), Coronel PM Neyvaldo Amorim, falou da importância do trabalho de repressão e combate aos assaltos em toda a capital. Ele reforçou o trabalho feito pelas equipes da Polícia Militar para realizar ações e conseguir prender assaltantes de ônibus.

O delegado Nivaldo Aleixo, titular do 9º Distrito Policial também enfatizou os resultados alcançados pela Segurança Pública, que refletem na prisão de pessoas envolvidas com esse tipo de crime.

Participaram da reunião integrantes da diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Alagoas (Sinttro), representantes das empresas de ônibus que atuam na capital, a Transpal, o secretário Executivo de Políticas da Segurança Pública, Manoel Acácio Júnior, o comandante do CPC, coronel PM Neyvaldo Amorim, o comandante do Batalhão de Trânsito (BPTran), Major PM Felipe Lins, e o delegado Nivaldo Aleixo.

Agência Alagoas

Descrição do autor

Polyana Lima

Ainda não há comentários.

Participe da conversa