2º Vale Rico movimenta R$ 4,2 milhões e consagra marca no mercado Nacional

O 2º Leilão Vale Rico, realizando na última sexta-feira,22, no Pierre Chalita, consagrou a força do quarto de milha da marca no Brasil. O remate colocou novamente Alagoas diante de diante de quartistas do País inteiro, no Pierre Chalita, batendo o faturamento de R$ 4,2 milhões. A média geral alcançou a cifra de R$ 100.466,67 e o remate faz a transação mais cara de sua trajetória com a venda de égua superior a R$ 500 mil.

As vendas de coberturas do garanhão Diego Steel, que possui filhos nos quatro cantos do Brasil, estreou a rodada de negócios. No total, os quartistas levaram para casa 39 coberturas do garanhão. O preço da cobertura variou de acordo com os pacotes ofertados, ficando entre R$ 5 e 7 mil.

“É genética superior em jogo. Ter um Diego Steel em casa é ter o pilar da vaquejada. É investimento em animais de precisão, em formação de futuros campões de vaquejada”, recomendou assessor do remate, Beto Duwel, durante o leilão.

A venda da égua GO GIRL TORO, um filha de pais autênticos de vaquejada, a dupla RICK TORO VM e GRANPOLA ROJO HJG, atraiu os holofotes e acirrou a disputa no lance a lance por quase 10 minutos. A fêmea foi o destaque da noite sendo valorizado em R$ 540.000,00, em 31 parcelas de 15 mil.

“Um filho de Rick Toro na vaquejada criador nenhum mais encontra com facilidade. Quero parabenizar aos compradores pela excelente aquisição. É genética com todo os requisitos de vaquejada para fazer valer o boi”, disse o leiloeiro, Aníbal Ferreira, ao vender a égua ao Haras Fábio José, de Sergipe.

Maior leilão de vaquejada do Brasil

Maior leilão de vaquejada do Brasil e 3º melhor leilão do Brasil em faturamento e média do País de 2016, a segunda edição Leilão Vale Rico repetiu o excelente desempenho da primeira edição e consagrou sua marca pelo alto nível do QM. A qualidade da tropa tem se sobressaído no mercado e batendo recordes anuais figurando entre os 10 animais mais valorizados do Brasil.

“Nosso trabalho é pautado pelo respeito e fomento ao cavalo. Nosso trabalho vai da vaquejada ao incentivo do crescimento da raça, com esforço em investimento em genética, bem estar e amor ao cavalo. O resultado disso é a credibilidade e valorização que temos conquistado em nosso leilão. A família quarto de milha sai desata noite fortalecida”, diz o promotor do remate, Cícero Andrade.

Para celebrar os personagens e criadores que engrandecem o mercado, o 2º Leilão Vale Rico agraciou as mulheres criadoras e influenciadores na criação de cavalo quarto de milha: Lurdes do Haras Mucuri, Marla Tenório, do Haras Porto Rico; Maria Fernanda Bezerra, da Fazenda Vitória/PE; Roberta Franco, do Haras S2/SE e Sandra Navarro, do Haras Thint a Mit Ranch do Paraná.

__

Assessoria

Descrição do autor

Victor Spinelli

Ainda não há comentários.

Participe da conversa