Nelore Positivo democratiza genética para cadeia produtiva da pecuária de corte

O criador Celso Pontes de Miranda Filho, que completa 20 anos de seleção da raça nelore, chega a 13ª edição do leilão Nelore Positivo. O remate, que ocorre no dia 24 de outubro no Parque da Pecuária, em Maceió, vai ofertar touros e matrizes nelore PO, bezerros e bezerras e novilhas cara limpa para cria, recria e engorda.

O Nelore Positivo tem um molde especial e diferenciado para atender criadores que desejam melhoras suas seleções e àqueles que voltam sua produção para cria, recria e engorda. “É um leilão que tem um molde já bem formado e o mais democrático da cadeia da pecuária, que reúne toda a cadeia, também. Isso porque vendemos genética e vendemos o gado comercial, para aqueles que pretendem recriar. O leilão está formado com diversidade de produtos prontos para todo tipo de criador de gado nelore”, atenta o promotor Celso Pontes de Miranda Filho.

Nos lotes do leilão estão 30 touros nelore PO, novilhas PO prenhas, 500 bezerros e bezerras para recria e 50 novilhas prontas para entrar na estação de monta, para o criador que deseja renovar suas matrizes, aumentar ou começar a seleção.

Concurso Bezerrada Positiva

Marca registrada em Alagoas pelo criador, o concurso Bezerrada Positiva também está confirmado nesta 13ª edição do leilão. O evento promove um grande encontro dos parceiros da cadeia produtiva da pecuária, que se reúnem momentos antes do remate para avaliar o potencial do seu rebanho.

“É uma maneira de mostrar o rebanho que se tem da porteira para dentro. Uma forma de mostrar o que eles têm feito no melhoramento da sua genética. A ideia é apresentar o que há de melhor dos criadores e da padronização do rebanho”, explica CPMF.

O concurso conta com cerca de dez convidados, trazendo lotes de até 20 animais.

Serviço

13º Leilão Nelore Positivo

Data: 24/10/2017

Horário: 19h

Local: Parque da Pecuária, em Maceió/AL

Fonte: Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa