Chico Tenório faz apelo a ministro para que AL não seja prejudicada por divergência entre Renan e Temer

O ministro do Turismo e deputado federal licenciado Marx Beltrão (PMDB) participou de reunião, nessa segunda-feira, 18, na CPLA, em Maceió. O encontro foi para tratar da crise que afeta o programa do leite em Alagoas.

O programa que atende 80 mil famílias de beneficiários (que recebem o leite) e 4,2 mil agricultores familiares (que fornecem o produto) pode parar porque o governo federal não repassou, até agora, nenhum centavo dos R$ 30 milhões previstos no plano de trabalho deste ano.

Essa história conto melhor daqui a pouco.

Fui à reunião e me chamou a atenção o que disse o vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Chico Tenório.

Defensor do programa do leite, Chico conhece os caminhos da política não só em Alagoas, mas também em Brasília, onde já teve passagem como deputado federal.

E foi com essa experiência que ele fez um apelo para que Marx Beltrão atue para evitar que o estado seja alvo de qualquer tipo de retaliação que possa estar ocorrendo em função das divergências políticas entre o governo do estado e o governo federal.

Chico começou a falar explicando a importância do programa do leite para Alagoas, “ atende aos produtores que estão mais distantes. Uma grande empresa quer comprar leite do grande, que produz acima dos 500 litros, do pequeno, que produz 20 ou 30 litros quem vai buscar é a CPLA. Digo isso para o ministro entender como funciona o processo”.

Em seguida, o deputado estadual falou dos atrasos nos pagamentos do governo federal. “Acredito que devido a essa divergência política entre o senador Renan Calheiros que representa uma grande força politica em Alagoas, que faz parte do grupo do governador , e o presidente da república, pode acontecer os ministérios que tem recursos para Alagoas começar a vender dificuldades”, enfatizou.

Na avaliação de Chico, em Brasília “quando se quer resolver os problemas, se encontram as facilidades. Mas quando quer se complicar, encontram as dificuldades. É o que está ocorrendo hoje com Alagoas. Deixo isso bem claro para que a população entenda e o ministro veja como superar essas dificuldades, como superar essas divergências, pela sua participação efetiva como ministro, que hoje é um dos ministros mais fortes da república”, disse.

Tenório também acredita que Marx Beltrão conseguirá intervir para destravar os recursos do programa do leite, também “pela sua amizade pessoal com o ministro Osmar Terra (MDS), que eu sei que tem, que é o responsável pelo programa do leite”.

E finalizou com mais um desafio: “então fica esse apelo ministro Marx, para que vossa excelência consiga ultrapassar essas fronteiras do revanche político, ultrapassar essas dificuldades e fazer com que consiga arrancar o recurso suficiente para pagar o leite este ano e garantir o contrato do leite para o ano que vem”.

Edivaldo Júnior

Descrição do autor

Victor Spinelli

Ainda não há comentários.

Participe da conversa