Dia de Campo discute ampliação do cultivo da palma forrageira em Batalha

Com o tema Biofertilizante na Palma Forrageira, pequenos produtores rurais da Bacia Leiteira e do Semiárido alagoano participaram, nesta terça-feira (19), em Batalha, de um Dia de Campo. O evento foi realizado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), por meio da Emater.

Dividido em quatro estações, o Dia de Campo abordou assuntos sobre biofertilizante, uma alternativa viável; confecção de biofertilizantes; a utilização do biofertilizante na cultura da Palma e o fracionamento da Palma forrageira.

Para o secretário da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, a iniciativa da Emater em levar um Dia de Campo sobre Palma Forrageira aos pequenos produtores rurais tem grande importância, principalmente na Bacia Leiteira, que por sua dinâmica e atividade agrícola terá um ganho na produtividade.

“É uma oportunidade para troca de ideias, experiência e a implantação de novas tecnologias para os pequenos produtores rurais tanto da Bacia Leiteira como para o Semiárido alagoano”, afirma o gestor da Seagri.

Elizeu Rêgo, presidente da Emater, assegura que além da assistência técnica, o Governo de Alagoas também leva capacitação aos pequenos produtores rurais, visando incrementar a produção e o fortalecimento da Agricultura familiar no estado.

“Essa aproximação entre os técnicos da Emater e os produtores só traz benefícios com a troca de experiências e possibilita novos horizontes para as atividades agrícolas”, reconhece Elizeu.

Como explica Thais Rolim, médica veterinária da Emater, a palma forrageira é um alimento predominante na região, resistente à estiagem, e adicionada a outros alimentos, como o milho e farelo, fornece ao animal proteína, fibra e energia.

Manoel Messias, produtor do Sítio Pau Ferro, onde foi realizado o Dia de Campo, destaca que o evento é de grande importância porque traz novas informações para as atividades da pecuária de leite.

“Novas tecnologias para os produtores rurais são sempre bem vindas e vão ajudar no aumento da produção e é de renda”, afirma o produtor rural.


Agência Alagoas

Descrição do autor

Victor Spinelli

Ainda não há comentários.

Participe da conversa