IPC de Maceió registra variação de 0,21% no mês de agosto

Foi publicado, na última sexta-feira (11), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) relativo ao mês de agosto deste ano. Os dados são da Superintendência de Produção da Informação e do Conhecimento (Sinc), vinculada à Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

Em conformidade com os dados coletados na pesquisa, no último mês, a variação medida pelo IPC registrou o valor de 0,21%. Segundo o levantamento, o acumulado registrado de janeiro até agosto deste ano é de 2,19%.

“Neste mês, percebemos que o grupo com a maior variação foi o de Habitação, com 0,78%, impulsionado, principalmente, por conta do valor do gás de botijão”, explica o supervisor de Estudos e Análises da Seplag, Gilvan Sinésio.

Ainda de acordo com a pesquisa, os demais grupos apresentaram as seguintes variações: Alimentação e Bebidas (-0,14%), Artigos de Residência (-0,40%), Vestuário (-0,22%), Transportes (0,48%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,43%), Despesas Pessoais (-0,04%), Educação (-0,07%) e Comunicação (0,51%).

Já em relação à cesta básica, notou-se que, no intervalo de tempo pesquisado, esta comprometeu um percentual de 35,66% do salário mínimo atual. Isso, segundo o levantamento, representa uma redução de 0,24 pontos percentuais em relação ao mês de julho, cujo comprometimento foi de 35,90%.

“Para a aquisição da ração mínima alimentar do trabalhador maceioense, foi necessário a quantia de R$ 334,12 para a sua alimentação pessoal. De modo geral, a cesta básica alimentar apresentou uma queda de 0,67% em relação a julho”, completa Sinésio.

Ainda de acordo com a pesquisa, as variações percentuais dos produtos que constituem a cesta básica ficaram distribuídas da seguinte maneira: Carne (-0,32), Leite (-3,50), Feijão (-0,16), Arroz (1,35), Farinha de Mandioca (-0,59), Tomate (-5,17), Pão Francês (-0,36), Café (-0,48), Banana (1,91), Açúcar (0,49), Óleo de Soja (-1,23) e Manteiga (0,37).

__

Agência Alagoas

Descrição do autor

Victor Spinelli

Ainda não há comentários.

Participe da conversa