Programa do Leite é tema de encontro entre a bancada federal e produtores

Representantes da cadeia produtiva do leite, gestores, lideranças comunitárias e deputados da bancada federal em Alagoas se reuniram nesta segunda-feira (4), na sede da Cooperativa dos Produtores de Leite de Alagoas (CPLA), no Parque da Pecuária, em Maceió, para discutir sobre o Programa do Leite, executado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri).

O motivo do encontro diz respeito ao atraso no repasse dos recursos pactuados pelo governo federal, por meio do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), que há dois meses não vêm sendo transferidos para o Governo de Alagoas.

Durante a reunião, a bancada federal, representada pelos deputados Ronaldo Lessa, Cícero Almeida e Pedro Vilela, se comprometeu em conversar com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e cobrar a liberação dos recursos pactuados com o Governo de Alagoas, para que não haja descontinuidade do Programa do Leite, prejudicando assim, 80 mil famílias beneficiadas.

O secretário executivo da Seagri, Álvaro Otávio Machado, informou aos produtores da preocupação do governador Renan Filho com produtores e beneficiários da cadeia do leite, e assegurou que o Governo vai antecipar a contrapartida estadual para garantir a manutenção do programa em 2017.

“O governador Renan Filho reconhece a importância social do Programa do Leite, e os recursos que serão liberados vão minimizar a situação do atraso dos repasses de recursos por parte do governo federal”, explica Álvaro Otávio.

Representando a bancada federal, o deputado Ronaldo Lessa assegurou que vai solicitar audiência no Ministério da Agricultura para cobrar providências ao governo federal quanto ao repasse dos recursos, para que não haja prejuízos para as famílias que atualmente são beneficiadas em Alagoas.

Dila Soares, da Associação Comunitária do Benedito Bentes, em Maceió, afirma que se o Programa do Leite não tiver continuidade vai prejudicar aproximadamente 600 famílias carentes do bairro.

Para Ademar Monteiro, presidente da CPLA, o Programa do Leite tem um papel muito importante para as famílias e para os produtores, e o atraso dos recursos é uma situação bastante preocupante, tanto para o Governo de Alagoas, como para a cadeia produtiva do leite.

“A reunião serviu também para transmitir aos beneficiários e produtores a real situação econômica que vive atualmente o Programa do Leite, e que todos devem unir esforços para solucionar o problema”, afirma o presidente da CPLA.

__

Agência Alagoas

Descrição do autor

Victor Spinelli

Ainda não há comentários.

Participe da conversa