Arthur Lira “lidera” centrão e cobra “fatura” ao governo

O deputado federal Arthur Lira (PP-AL), líder do PP na Câmara Federal, cobra a fatura do governo. Ele virou o “porta-voz” do Centrão. Em entrevistas que repete a vários veículos nacionais, ele diz que é preciso definir quem é oposição e quem é da base.

Em outras palavras, o que o centrão quer é mais cargos no governo. Isso porque Michel Temer tem mantido em cargos importantes, do 1o ao 3o escalão, “infiéis” que votaram contra o Palácio do Planalto no processo de denúncia contra o presidente.

O centrão quer ser recompensado pela sua fidelidade ao governo Michel Temer. E Arthur, que já é um dos mais fortes parlamentares da Câmara dos Deputados, hoje, deve ganhar ainda mais força.

Deu no jornal o Valor:

“O líder do PP na Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), cobrou nessa quarta-feira mudanças na articulação política do governo e uma recomposição da base aliada de acordo com os votos dados contra a denúncia de que o presidente Michel Temer cometeu o crime de corrupção passiva ao supostamente negociar com a JBS. “O governo nasceu de novo no dia 2 e precisa refletir isso”, disse.

O PP é o maior partido do chamado Centrão, grupo de legendas grandes e médias fortalecido na gestão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo Lira, a maioria da bancada tomou a decisão de não votar a reforma da Previdência.

Edivaldo Júnior

Descrição do autor

admin1

Ainda não há comentários.

Participe da conversa