Chuvas dificultam preparo do solo para o plantio de inverno em Pindorama

Apesar de colaborar para renovação e nutrição do canavial, as chuvas na zona rural de Pindorama tem deixado rastro de preocupação. Acima da média, as precipitações contínuas que caem na Região, tem encharcado o solo e dificultado o processo de preparo para o plantio de cana visando à temporada de inverno.

“Chuva nunca é demais, pelo contrário. Mas, nesse caso, com volumes acima da média, a gente consegue reparar algumas perdas em situações de manejo, tratos culturais, solo inundado, além do controle de pragas e doenças nas demais atividades”, comentou o presidente da Pindorama, Klécio Santos.

O trabalho pré-plantio e de cuidados com adubação, podem sentir efeito negativo pelo excesso de água espalhada na terra. “Estamos atentos para que lá na frente não sejam colhidos resultados negativos e nem que o rendimento agrícola seja afetado. Dificuldades de infraestrutura ao pequeno produtor existem, mas vamos oferecer o suporte necessário”, declarou Santos.

A Cooperativa trabalha com a média de plantio de 2 mil hectares e prospecta o rendimento de 140 mil toneladas de cana para o plantio de cana-de-açúcar. A equipe trabalhará preventivamente para que o excesso de água não atrase o plantio de inverno, previsto para iniciar em 15 de julho.


Assessoria Pindorama

Descrição do autor

Victor Spinelli

Ainda não há comentários.

Participe da conversa