Em Brasília, prefeito recebe anúncio de R$ 6 milhões para obras emergenciais

Em Brasília, o prefeito Rui Palmeira se reuniu com os ministros da Integração Nacional, Hélder Barbalho, e dos Transportes, Maurício Quintella, em busca de recursos para minimizar os danos causados pelas chuvas em Maceió. Lá, ele recebeu a informação de que serão liberados R$ 6 milhões para obras emergenciais, além de discutir a repactuação de convênios para execução de obras de mobilidade urbana em vias federais na capital.

“O ministro Hélder Barbalho nos garantiu a liberação inicial de R$ 6 milhões referentes a cinco áreas absolutamente críticas na cidade de Maceió. Ficamos de fechar outras 20 áreas e encaminhar o relatório, no final dessa semana, para o ministério. Vamos receber esses recursos para minimizar os danos causados pelas novas chuvas, pois precisamos eliminar as chances de novos deslizamentos, fazendo a contenção de encostas, restabelecimento do talude na barreira, e drenagem, o que vai minimizar os riscos nessas áreas, que são criticas”, disse Palmeira.

No encontro com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, Rui lembrou que para a execução de obras nos principais corredores de transporte da cidade, Fernandes Lima e Menino Marcelo (Via Expressa), é necessária a repactuação de convênio com o governo federal, já que são rodovias federais. “Após as fortes chuvas de maio, o presidente Michel Temer e vários ministros estiveram aqui e garantiram a liberação de recursos, mas, infelizmente, até agora, o Governo Federal ficou só na conversa. A Prefeitura vem cumprindo seu papel e fazendo toda a parte de fiscalização e ordenamento de trânsito, mas um convênio impede o investimento federal”, informou o prefeito.

O convênio atual inviabiliza o investimento federal nessas duas vias, mas um projeto vai reverter a situação. “Rediscutimos o convênio que abrange as avenidas Fernandes Lima e a Durval de Góes Monteiro, que são continuidade da BR-104, e também da Menino Marcelo, que é uma continuidade da BR-316. Pelo convênio atual, o Governo Federal não pode fazer investimentos nessas avenidas e estamos revendo essa questão”, disse o ministro.

De acordo com o Maurício Quintella, a manutenção das principais vias da capital será uma realidade em breve. “Na próxima semana, o projeto já vai para o colegiado do Departamento Nacional de Infraestrutura, Dnit, para que o governo possa fazer investimentos de manutenção e apoio nessas rodovias”, explicou. Maurício Quintella afirmou ainda que o investimento vai trazer melhorias para os maceioenses. “Com esses investimentos, iremos eliminar pontos críticos de tráfego nas avenidas e melhorar o trânsito da capital”.

Rui Palmeira disse esperar que a ida a Brasília sensibilize os gestores federais sobre a situação da capital alagoana.“Todos os dias temos a informação de que o dinheiro está chegando e nada. Na segunda-feira (03), iniciamos uma obra importante, no Murilópolis, com recurso próprio e acreditamos que até o final dessa semana, esses R$ 6 milhões reais cheguem para iniciarmos outras cinco áreas que precisam de uma ação extremamente rápida por parte da Prefeitura. Nas outras 20 áreas, isso vai acontecer da mesma forma. Estamos finalizando o cálculo do valor que é preciso para execução das obras nesses locais”, destacou Palmeira.

Até o último dia 30, Maceió tinha seis obras autorizadas pela Defesa Civil Nacional, orçadas em R$ 6,5 milhões, mas o Município relatou oficialmente a necessidade de obras em mais de 30 pontos da cidade de Maceió.


Secom Maceió

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa