Com R$ 294 milhões, ICMS de Alagoas cresce abaixo do esperado em junho

sssshttp://edivaldojunior.com.br/wp-content/uploads/2017/07/icms.jpg

Alagoas continua, a julgar pelos números do ICMS, na contramão da crise. O estado registrou em junho mais um resultado positivo no recolhimento de seu principal tributo próprio.

No mês, segundo números da Secretaria da Fazenda, a arrecadação chegou a R$ 294,30 milhões, com variação de 6,32% na comparação com igual mês de 2016, quando foram arrecadados R$ 276,8 milhões.

O valor arrecadado, embora recorde para o mês, ficou abaixo do esperado. A expectativa técnicos da Sefaz era de um crescimento na ordem de 7%.

A avaliação preliminar é que o resultado foi afetado por setores como combustíveis, comunicações e varejo.

O secretário da Fazenda, George Santoro, revela que a arrecadação desacelerou nos últimos dias do mês passado. “A receita ficou um pouco abaixo do esperado. Ainda estamos avaliando, setor por setor, para verificar o que aconteceu”, pondera.

Apesar de ter ficado acima da inflação, o resultado de junho ficou abaixo da média anual de arrecadação e puxou para baixo o desempenho da receita acumulada no ano. De janeiro a junho, o ICMS somou R$ 1,831 bilhão, em crescimento de 6,86% na comparação com o mesmo período de 2016, quando foram arrecadados R$ 1,731 bilhão.

A estimativa inicial do governo era de um crescimento acima de 8% na receita de impostos próprios. Pelo andar da carruagem – com o agravamento da crise política travando ainda mais a economia – não será atingir essa meta.



Edivaldo Júnior

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa