Secti contribui para Plano de Transformação de cidades empreendedoras

Com o propósito de melhorar o ambiente empreendedor de Maceió, a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) está desenvolvendo uma plataforma de Inovação Aberta, como forma de contribuir no Plano de Transformação para cidades empreendedoras. O Plano 2017 foi aprovado na 9ª reunião da Rede Global de Empreendedorismo (RGE/Maceió), realizada no Conselho Regional de Administração (CRA), e deve ser concluído até o final deste ano.

Essa plataforma auxiliará no fortalecimento da relação universidade-empresa-governo, sendo um canal de cooperação em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, facilitando a prospecção de projetos, empresas e auxiliando pesquisadores das universidades do Estado de Alagoas no tocante as suas linhas de pesquisas existentes.

Para a superintendente da Secti, Sônia Oliveira, que participou da construção desse Plano, ele expressa a importância do fomento ao empreendedorismo e inovação. “O Plano de Transformação é uma forma de, juntos, realizarmos ações que visem o impacto global, no tocante ao estímulo e desenvolvimento do empreendedorismo e da inovação na cidade de Maceió, através de ações integradas e engajamento entre governo, academia e empreendedores. A medida que visualizamos os problemas do nosso ecossistema de empreendedorismo e inovação de forma sistêmica e tentamos unir forças para resolvê-los, aumentamos as chances de conseguirmos melhores resultados para todos os agentes.”, ressaltou a superintendente.

O Plano abrange as seguintes problemáticas: “Empreendedores desconhecem o mercado” do pilar mercado, “A falta de conexão entre academia e mercado” do pilar inovação e “A falta de educação empreendedora no ensino médio”, do pilar educação e cultura empreendedora. Também são destacados o “Tempo de abertura de imóveis”, do pilar ambiente regulatório, “População com acesso à internet rápida e índice de fluidez no trânsito”, do pilar infraestrutura, e por fim “Nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) nos anos finais (8º e 9º anos)”, do pilar capital humano.

Segundo o líder da RGE em Maceió, Gabriel Lumba, esse trabalho realizado por representantes de diversas instituições que contribuem para o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação em Alagoas representa um grande passo para alavancar o empreendedorismo no Estado e a Secti tem se destacado. “O nosso Comitê é composto por instituições que acreditam no empreendedorismo e querem construir uma Maceió melhor. O lançamento do Plano de Transformação 2017 representa um grande passo para alcançar este objetivo. A Secti tem se destacado pelas suas ações e contribuição neste processo. Sabemos que o caminho é longo e acreditamos que Maceió está seguindo na direção correta.”, disse Gabriel Lumba.

O Comitê da RGE/Maceió é formado por 21 instituições e tem a finalidade de melhorar o ambiente empreendedor em Maceió. Para acompanhar a execução de todas essas ações, basta acessar http://www.rgemaceio.com.br/

Sobre a RGE

A Rede Global do Empreendedorismo (RGE) é uma organização mundial, fundada em 2007, na Inglaterra, com o intuito de disseminar e fortalecer a cultura empreendedora pelo mundo. Desde 2008, o movimento é liderado no Brasil pela Endeavor, organização sem fins lucrativos, que atua há 15 anos no país pelo fomento do empreendedorismo.


Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa