Empresas alagoanas, Sebrae e Fundepes firmam contrato para desenvolver projetos de inovação

A 6ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae em Alagoas, realizada na última quinta-feira (22), foi marcada por um importante passo de governança em direção ao desenvolvimento do setor produtivo no estado. As empresas id5, MMB Arquitetura e Stant assinaram o contrato que formaliza a parceria com o Sebrae e a Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (Fundepes) para iniciar os trabalhos de inovação dos projetos aprovados no Edital Sebrae de Inovação.

Esse edital foi uma iniciativa do Sebrae Nacional, lançado em todo o país no final de 2016 com o objetivo de aportar R$ 20 milhões para o desenvolvimento de projetos inovadores em todo o país, em até 24 meses. Foram consideradas 666 propostas de pequenos negócios com potencial de alto impacto, possibilidade de crescimento e elevada capacidade de se diferenciar e gerar valor por meio da inovação.

Após criteriosa seleção, 189 projetos foram aprovados em todo o país. Entre as propostas apresentadas, 17 eram de empresas de Alagoas, das quais id5, MMB Arquitetura e Stant foram selecionadas, com projetos de 18 meses de duração. Elas irão receber mais de R$ 350 mil do Sebrae para instalar seus projetos, valor ao qual juntarão sua contrapartida. Os recursos serão gerenciados pela Fundepes, que também fará a ponte com os professores e pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), que darão suporte às ações inovadoras demandadas por cada empresa.

Um fator que torna mais especial a aprovação dos negócios alagoanos é o fato de que Stant e id5 são atendidas pelo Projeto de Startups do Sebrae em Alagoas, reafirmando a missão da empresa de desenvolver o potencial dos pequenos negócios. “O caminho é este. O desenvolvimento é uma questão constante, e precisamos estar sempre mudando, quebrando paradigmas. O que o Sebrae faz é exatamente acreditar na capacidade empreendedora para mudar a forma que nós vivemos. Fazer inovação, o próprio nome já diz, é fazer o novo”, destacou o presidente do CDE, Kennedy Calheiros.

O diretor-presidente da Fundepes, Gabriel Bádue, explicou que o papel da fundação nesse edital é realizar o gerenciamento administrativo e financeiro dos projetos, fazendo o elo junto aos coordenadores e pesquisadores para possibilitar a contratação de serviços, aquisição de materiais e toda a gestão para otimizar a utilização dos recursos. Serão feitas entregas bimestrais de relatórios, para acompanhamento técnico por parte do Sebrae.

“Um dos nossos propósitos enquanto fundação de apoio é poder viabilizar e fazer a ponte entre a universidade e o setor produtivo, então essa é uma grande oportunidade de poder aprimorar essa missão. Nós esperamos, com esses editais, ampliar a relação entre os pesquisadores que estão na universidade e a iniciativa privada, principalmente nessa área de inovação, que é o mote desse edital”, afirmou Gabriel.

Inovação em alto grau

Como defendido pelo Conselho e Diretoria do Sebrae em Alagoas durante o evento de assinatura, esse edital é a representação da inovação em seu mais alto grau, e o que parece a aprovação de poucas empresas é, na verdade, a seleção criteriosa de projetos com grande potencial. Além disso, a aproximação com a Ufal, disponibilizando a inteligência da universidade para o desenvolvimento do setor produtivo, é outro ganho imensurável e uma oportunidade que os empresários não podem deixar passar.

“O mundo precisa dos inconformados, sempre. De gente que veja as coisas ou o cenário e queira mudá-lo. É disso que precisamos para desenvolver nosso estado mais e mais, e é essa toda a base do edital”, comentou Kennedy Calheiros.

A assinatura do termo de adesão foi feita pelo presidente do Conselho; os diretores executivos do Sebrae em Alagoas, Marcos Vieira, Ronaldo Moraes e Roberval Cabral; e os empresários Marcelo Menezes, pela Stant; Michael Marchante, pela MMB; e Carlos Albuquerque, pela id5.

“O Stant é uma plataforma mobile web para acompanhamento e gestão de obra. Nesse projeto, estamos aprimorando a gestão para as obras públicas para dar maior transparência e maior agilidade para o desenvolvimento do mercado de construção, público e privado. Entramos nesse edital buscando desenvolver o mercado e fortalecer a nossa marca, e é isso que esperamos conseguir com o apoio do Sebrae, da Fundepes e da Ufal”, declarou Marcelo Menezes, em nome dos empresários vencedores.


Agência Sebrae

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa